Neto Evangelista anuncia entrega do Residencial José Chagas para esta sexta-feira

Em discurso na sessão plenária desta quarta-feira (5), o deputado Neto Evangelista (DEM) anunciou que a entrega dos apartamentos do Residencial José Chagas, no São Francisco, aos moradores em situação de vulnerabilidade social das áreas denominadas Portelinha e Vila Jumento, na Ilhinha, está confirmada para a próxima sexta-feira (7).

“Fico feliz em anunciar que será um ambiente digno de moradia que, sem dúvida nenhuma, trará mais conforto e a garantia de uma qualidade de vida decente para aquelas famílias”, afirmou Evangelista.

O deputado Neto Evangelista disse que nunca aceitou e, por diversas vezes, repudiou que a burocracia tenha falado mais alto do que a vida das pessoas que residem naquelas áreas. Segundo ele, o Residencial Jose Chagas, na avenida Ferreira Goulart, estava pronto, com água e esgoto, Corpo de Bombeiros autorizando a entrada das pessoas, mas faltava a documentação ser entregue no cartório para que fosse feito o registro individual de cada imóvel e só assim houvesse a transferência dos moradores.

“O que nós notamos, na época, é que havia uma dificuldade na entrega de toda essa documentação. Então, muito provavelmente, ainda iria se aguardar uns 60 dias para a conclusão de toda essa documentação”, explicou.

O deputado relatou que, diante da burocracia, iniciou uma peregrinação, mantendo permanente diálogo com a Secretaria das Cidades, ocasião em que o secretário Raimundo Reis foi muito solícito, e com a empresa Amorim Coutinho, responsável pela obra, além da Caixa Econômica Federal. “A Superintendência da Caixa informou que apenas o Ministério do Desenvolvimento Regional poderia autorizar a entrega dos apartamentos sem a documentação completa, como é exigido de forma comum”.

Neto Evangelista destacou a atuação do deputado federal Juscelino Filho (DEM), que foi até Imperatriz para uma reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, e, por meio do diálogo, conseguiu autorização para que as famílias se mudassem o mais rápido possível para o Residencial e que, em paralelo, fosse feito o registro individual desses imóveis.

“Essa informação foi repassada ao Governo do Estado que, de prontidão, começou a tomar as providências locais para fazer as transferências dessas famílias”, afirmou Neto.

O Residencial José Chagas, que será entregue na próxima sexta-feira, é uma ação complementar ao projeto PAC Ponta do São Francisco, com investimentos de cerca de R$ 20 milhões. É constituído por oito blocos de 32 apartamentos de 45,6 m² e vai abrigar famílias que moravam em palafitas na área que compreende o São Francisco, Ilhinha e Vila Jumento, em São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.