Governo incentiva doação de sangue com blitz da campanha Junho Vermelho

O Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemomar) realizou, na manhã desta segunda-feira (28), uma blitz educativa na Avenida Colares Moreira, com o objetivo de chamar atenção para os baixos estoques de sangue, bem como para a importância da doação. A ação faz parte da campanha Junho Vermelho, que tem como tema: “Doação é como o seu coração, não pode parar”. 

“A blitz educativa é uma forma de conscientizar e chamar a atenção da população para a importância da doação de sangue, de como estamos precisando de doadores voluntários para conseguir um estoque seguro para atender a demanda da população”, reforçou a diretora geral do Hemomar, Clícia Galvão. 

Os profissionais do Hemomar distribuíram panfletos educativos para as pessoas que passavam de carro e aos pedestres. Durante a blitz, a van do Hemomar ficou disponível para transportar ao Hemocentro de São Luís as pessoas que quisessem doar.  

“Quanto mais doadores forem sensibilizados durante a ação, mais sangue podemos conseguir e, assim, teremos a oportunidade de salvar mais vidas. Hoje, de fato, estou me sentindo uma heroína. Estou muito feliz em poder estar aqui colaborando”, comemorou Deusa Gomes, que trabalha como telefonista no Hemomar e durante a ação se vestiu de Mulher Maravilha, para demonstrar que doar sangue também é um ato de heroísmo. 

Pessoas alcançadas pela ação avaliaram positivamente a iniciativa. “Essa campanha é extremamente importante para incentivar a doação, porque com a pandemia muitas pessoas precisam deste tipo de campanha para reforçar a importância de doar sangue. Muita gente deixou de ir doar com medo, mas a gente sabe que o Hemomar segue todos os protocolos para permitir uma doação segura”, ressaltou o advogado Jamaelson Costa. 

“A gente sabe que todo mundo pode precisar um dia e, muitas vezes, só lembramos quando tem alguém próximo, mas sempre existe outra pessoa precisando”, acrescentou a bibliotecária Márcia Barreto.  

Para fazer a doação, a pessoa precisa estar saudável, pesar acima de 50 quilos, estar alimentada, levar um documento oficial com foto e não ingerir alimentos gordurosos nas horas que antecedem a doação, entre outros critérios avaliados durante triagem.

Quem tem 16 e 17 anos também pode se dirigir ao Hemomar, desde que acompanhado do pai ou da mãe, ou de um responsável legal que possa assinar um documento de autorização.