Governo e UNICEF entregam kits de higiene e limpeza para terreiros e quilombos no Maranhão

Minimizar o impacto da pandemia de Covid-19, ajudar na prevenção da doença e favorecer a adequada higiene de quilombolas e membros de comunidades de terreiros de matriz africana no Maranhão é o objetivo da ação realizada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Igualdade Racial, em parceria com o UNICEF.

A ação solidária distribuirá 6 mil kits de higiene e limpeza, sendo 1.500 em terreiros e 4.500 em quilombos, beneficiando comunidades vulneráveis com itens como sabonete, creme dental, sabão liquido e em pó e produtos de desinfecção de pisos.

Garantir o acesso a esses itens básicos de prevenção ao contágio pelo Coronavirus é um direito das famílias brasileiras, como afirma Ofélia Silva, coordenadora do UNICEF no Maranhão: “A epidemia acentuou a vulnerabilidade de famílias, crianças e adolescentes nas áreas mais pobres, com mais dificuldade de acesso a seus direitos, em especial as comunidades afrodescendentes e indígenas. A parceria que o UNICEF constrói entre empresas doadoras, sociedade civil e governos é estratégica pra fazer chegar com a maior agilidade e rapidez possíveis os suprimentos necessários para as famílias adotarem novas práticas regulares de higiene e auto-proteção.”

Na Grande Ilha, a ação ocorre em terreiros de matriz africana nos municípios de São Luis, Raposa, São José de Ribamar e Paço do Lumiar, beneficiando 60 terreiros das áreas Centro-Liberdade, Bairro de Fátima-Coroadinho, Cidade Operária-Zona Rural, Anil-Turu, além dos outros municípios da Ilha, que receberão 1.500 kits contendo os itens necessários para a limpeza do local e higiene pessoal.

Para a yalorixá Mãe Nonata da Oxum, do Terreiro de Mina Nossa Senhora da Vitória, na Cidade Operária, os kits de higiene doados darão mais proteção à comunidade diante do perigo de contágio pelo Coronavirus: “O apoio do UNICEF e da SEIR para o povo de terreiro neste momento da pandemia é de grande valia para nós, porque estamos seguindo as determinações das autoridades de saúde com muita dificuldade, mas agora com estes itens de higiene a gente se sente mais seguro.

Outra casa de matriz africana beneficiada com a doação foi o Terreiro Santa Rosa de Lima, em Paço do Lumiar. Pai Bia do Cururuca, liderança da casa, reforça a importância da prevenção nos terreiros. “A doação do UNICEF nos dá muita segurança para lidar com o espaço sagrado e ajudar os filhos da casa a se proteger do Coronavirus. 

No continente, os kits de higiene e limpeza serão entregues em comunidades quilombolas de Anajatuba, Bacuri, Bacurituba, Cajapió,     Cedral,     Guimarães, Icatu, Itapecuru-Mirim, Lima Campos, Previdente Vargas, São Bento, São Luis Gonzaga, São Vicente Ferry, Serrano do Maranhão, Vargem Grande e Vitoria do Mearim.

Estes municípios tem uma grande população de comunidades remanescentes de quilombolas em situação de vulnerabilidade pelo contágio do Covid-19 e os itens entregues ajudarão os quilombolas a se prevenir da doença, gerando um impacto positivo no controle da pandemia nos quilombos.

O secretário de igualdade racial, Gerson Pinheiro, enfatiza a importância da ação conjunta com o UNIFEF: “A parceria com o UNICEF é muito bem-vinda neste momento da pandemia em que as famílias quilombolas e das casas de matriz africana precisam aumentar seu nível de proteção. Só temos a agradecer e estamos à disposição para novas parceria”.

Além do Maranhão, o UNICEF está em parceria com outros entes para a entrega de 400 toneladas de produtos de higiene e limpeza para comunidades vulneráveis nas cidades de Belém (PA), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Manaus (AM), Recife (PE) e Salvador (BA), beneficiando mais de 470 mil pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.