Vizinhanças com energia solar compartilhada; entenda essa tendência

Muitas pessoas sonham com os benefícios de ter energia solar em sua casa, mas sentem-se impedidas por viverem em um prédio ou por falta de espaço. Agora há uma solução revolucionária que pode mudar isso completamente.

Ao invés de produção de energia solar individual, é possível unir forças com vizinhos e criar um bairro que gera sua própria energia a partir de fontes renováveis. Esta é a ideia inovadora por trás das comunidades de autoconsumo coletivo.

Mas, o que exatamente é uma comunidade de autoconsumo coletivo? Trata-se de um grupo de consumidores que se unem para produzir sua própria energia solar, compartilhando uma instalação em comum. Isso significa que, juntos, podem gerar toda ou parte da energia elétrica necessária para suas residências a partir de fontes renováveis, como a luz do sol.

Essa iniciativa não apenas contribui para um planeta mais sustentável e para as metas de descarbonização, mas também oferece uma vantagem financeira significativa: economia na conta de luz. Imagine poder reduzir seus gastos com energia elétrica enquanto promove práticas sustentáveis e fortalece a comunidade ao seu redor.

As comunidades de autoconsumo coletivo representam um passo importante em direção a um futuro energético mais verde e descentralizado, em que os cidadãos têm um papel ativo na produção e consumo de energia limpa. É uma maneira inteligente e colaborativa de utilizar os recursos naturais em benefício de todos, enquanto se constrói um ambiente mais sustentável para as gerações futuras.

Alternativas da energia solar

Também é possível comprar energia solar diretamente de produtores, conhecidos como “fazenda solar”. O processo é bastante simples e pode ajudar a reduzir consideravelmente a conta de energia elétrica de uma residência ou empresa, melhorando a economia com esse tipo de consumo.

Entre outros benefícios, desse tipo de aquisição, está a sustentabilidade ambiental, pois a energia solar é uma fonte renovável e limpa, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa. Além disso, os contratos de compra de energia geralmente oferecem preços estáveis, proporcionando estabilidade financeira aos consumidores.

Ao optar por energia solar, os consumidores também reduzem sua dependência de combustíveis fósseis, promovendo a segurança energética e diminuindo os impactos ambientais associados à sua extração e queima.

A energia solar também impulsiona a economia local, criando empregos e estimulando o desenvolvimento regional. Para empresas, investir em energia solar pode representar um passo em direção à autossuficiência energética, aumentando a resiliência operacional e fortalecendo a imagem da marca através do compromisso com a responsabilidade social e ambiental.