SES institui Sala de Situação para monitoramento da dengue e de outras arboviroses no Maranhão

Para gerenciar as ações de prevenção e controle, fortalecer o monitoramento do processo de notificação, investigação, fluxo laboratorial e assistencial da dengue e outras arboviroses, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) instituiu, sexta-feira (2), a Sala de Situação. O secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes, nesta segunda-feira (5), reuniu os membros da Sala e anunciou que a medida visa fortalecer a vigilância epidemiológica, o monitoramento dos municípios e a resposta rápida. 

“Continuamos trabalhando de forma integrada no estado para monitorar o cenário epidemiológico da dengue e de outras arboviroses. Iniciamos hoje os trabalhos da Sala de Situação, intensificando o cuidado e mantendo diálogo entre a união, estado e municípios. O momento é de união de esforços de todos para eliminarmos os focos do Aedes, de forma a evitar tanto a transmissão como casos novos da doença”, frisou o secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes. 

A Sala de Situação, coordenada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), visa acelerar a resposta aos casos prováveis de dengue e outras arboviroses, permite acompanhar e avaliar os procedimentos adotados também pelos municípios, além de ser um ponto focal destinado à análise de dados sobre o cenário epidemiológico estadual.  

O objetivo da Sala de Situação é monitorar a ocorrência de casos, gerenciar as ações de prevenção e controle, organização da rede assistencial, para garantir resposta adequada e oportuna à situação epidemiológica da dengue e outras arboviroses no estado, e também promover a atualização e implantação do Plano de Contingência para Enfrentamento das Arboviroses no Maranhão, com foco na estrutura e organização da rede de atenção à saúde e a situação sanitária e epidemiológica no âmbito estadual. 

Membros da Sala

A Sala, coordenada pelo titular da SES, é composta por 14 membros. Cabe ao grupo, também, contribuir com a atualização e implantação do Plano de Contingência para Enfrentamento das Arboviroses no Maranhão, atendendo as diretrizes do Ministério da Saúde (MS) e considerando a estrutura e organização da rede de atenção à saúde.

A Sala de Situação é formada por representantes da Secretaria Adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde; Secretaria Adjunta de Assistência à Saúde; Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças; Superintendência de Atenção Primária em Saúde; Superintendência de Vigilância Sanitária; Coordenação do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde; Coordenação da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar (RENAVEH) estadual; Coordenação Estadual das Regionais de Saúde; Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão; Assessoria de Infectologia; Assessoria de Comunicação e do Programa de Controle das Arboviroses.