.

Por que o pelo do meu pet cai tanto?

Quem tem gato ou cachorro em casa já está acostumado com a rotina. Os pelos aparecem no sofá, nos lençóis da cama e em todo tipo de estofado. Roupa escura, então, é um terror: é abraçar o animalzinho de estimação e ficar com a camiseta cheia de pelos. Afinal, por que o pelo do seu pet cai tanto? E o que se pode fazer para amenizar a situação?

A médica veterinária do PetMania, Amanda Taylla Lima Silva, explica que a principal função do pelo nos animais é a termorregulação. “É o pelo que ajuda a controlar a temperatura corpórea do animal, quando está frio ou quente”, disse.

Assim, apesar de parecer uma situação de alarme, é bom saber que, assim como a queda de cabelos em humanos, a queda de pelos nos animais é considerada normal até certo ponto. Velhice, gestação, cio e o envelhecimento natural dos folículos capilares, além da adaptação a novas temperaturas, são consideradas causas naturais de perda de alguns pelos.

O problema começa quando a queda é acompanhada de outros sintomas. “Especialmente se estiver associada a coceira, mau cheiro, regiões com pele à mostra ou com a pelagem bem rarefeita, pelo quebradiço ou alterações na cor de pele do animal”, enumerou Amanda, destacando os sinais de alerta. Nesses casos, a perda de pelos pode denunciar problemas como infestação por parasitas, falta de nutrientes ou estresse, entre outras doenças.

Algumas técnicas simples podem ajudar a preservar a pelagem do animal. A tosa periódica, sem exageros; o cuidado com a alimentação, escolhendo sempre rações ricas em nutrientes; e a rotina de escovar o pelo do animal, são algumas maneiras de amenizar a situação. “É importante também manter a vermifugação do animal em dia e fazer o check-up veterinário regularmente, para identificar e tratar qualquer problema o mais cedo possível”, concluiu.