Governo antecipa início da vacinação contra Influenza no Maranhão

Visando o fortalecimento das estratégias de prevenção contra os vírus respiratórios, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), antecipou o início da vacinação contra Influenza no Maranhão. A estratégia de imunização terá início no próximo dia 18 de março e mobilizará todos os 217 municípios.

Segundo orientação do Ministério da Saúde, por meio da Nota Técnica Nº13/2024, do Departamento do Programa Nacional de Imunizações (CGICI/DPNI/SVSA/MS), as doses já estão sendo distribuídas aos estados e, conforme o recebimento, já podem ser distribuídas aos municípios.

“O estado do Maranhão iniciará a vacinação contra gripe no dia 18 de março. A estratégia de antecipação ocorre em razão do aumento da circulação de vírus respiratórios no país e com o objetivo de proteger a população contra os principais vírus em circulação”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes.

O objetivo é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários para vacinação, ou seja, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos e mais, povos indígenas a partir de 6 meses de idade, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade) e com deficiência permanente.

“A antecipação oportuniza o amplo acesso da população alvo à vacinação como medida preventiva para ocorrência de doenças evitáveis por Síndrome Respiratória e Síndrome Respiratória Aguda Grave, reduzindo as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, enfatizou a chefe do Departamento de Imunização da SES, Halice Figueiredo.

Também deverão ser alcançados pela estratégia, professores dos ensinos básico e superior, pessoas em situação de rua, profissionais das forças de segurança e de salvamento, profissionais das Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso), trabalhadores portuários, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

Em 2023, o Maranhão alcançou 79,03% de cobertura vacinal contra influenza. Ao todo existem 1.964 salas de vacinas distribuídas no estado do Maranhão.