.

Empresas do setor turístico devem adotar selo de boas práticas

O ramo do turismo foi um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, Covid – 19. Para contribuir com a retomada do segmento, e observando todas as recomendações dos órgãos de controle, a Superintendência Municipal de Turismo, Sutur, orienta as empresas de Imperatriz para adesão da campanha nacional do Selo Turismo Responsável.

De iniciativa do Ministério do Turismo, a campanha de informação e orientação para as empresas do setor, sobre os protocolos sanitários, destinados aos 15 segmentos que pretendem solicitar o selo Turismo Responsável. A Prefeitura de Imperatriz segue enviando material de orientação aos empresários locais.

A adoção das medidas visa contribuir para a retomada segura do setor ao atender as novas exigências dos turistas, que voltam mais exigentes após a pandemia, pensando na higiene e segurança. Os protocolos foram elaborados em parceria com o setor turístico, levando em consideração diretrizes internacionais, e aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com a turismóloga da Sutur, Lizandra Carvalho a iniciativa é de extrema importância para auxiliar os turistas na retomada de suas viagens. “Neste cenário em que estamos vivendo, todos irão procurar por estabelecimentos que assegurem o cumprimento de requisitos de higiene e limpeza para prevenção da Covid-19. Com isso, as empresas que tiverem o selo certamente terão destaque”, destaca.

Os protocolos estão disponíveis para as áreas de Meios de Hospedagem; Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares; Parques Temáticos Aquáticos; Locadoras de veículos para turistas, Guias de Turismo, entre outras atividades.

Como requisito para obter o selo, as empresas devem estar cadastradas no Cadastrur. “Já realizamos campanhas de orientação e cadastros das empresas do trade turístico de Imperatriz, muitas já receberam a informação e estão cadastradas, para aquelas que ainda não fizeram seu cadastro, é bem simples, basta acessar www.cadastur.turismo.gov.br”, enfatiza Lizandra.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Josivaldo JP, “esta ação é de grande importância para o segmento melhor se adequar a esse novo cenário, o selo é totalmente gratuito e deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente. Conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento”.

SELO

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site www.turismo.gov.br, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua, conferir se estar adequado quanto às exigências e orientações, e por fim realizar o download do selo para impressão.