Alunos do Terceirão do Colégio Dom Bosco seguem estudando e apoiados por mentoria

Com a volta às aulas no Colégio Dom Bosco, os alunos de terceira série seguem uma forte rotina de estudos remotos e de preparação para os exames como ENEM / Exame Nacional do Ensino Médio e Vestibular, ainda que com muitas dúvidas sobre as datas desses exames, se acontecerão ainda em 2020 ou somente em 2021. Há chances do ENEM ser adiando ou mesmo cancelado esse ano, o que ainda deverá ser decido pelo Governo Federal.

Com um cenário atual totalmente inédito, incerto e ainda imprevisível, manter a rotina de estudos e controlar a ansiedade é fundamental para todos os alunos do chamado terceirão.

A recomendação da escola é seguir estudando, e para incentivar os alunos a manter a calma e a alta produtividade serviços de apoio como a Mentoria e a Orientação Profissional são fundamentais nesse momento e são bastante utilizados pelos alunos do colégio.

“Nossos alunos seguem estudando normalmente e, mesmo à distância, eles podem se sentir seguros e bem assistidos. Nessa fase de pré – vestibular eles passam por uma pressão muito grande, que agora foi maximizada pelas incertezas; portanto precisam ter uma rotina de estudo bem feita e manter uma forte disciplina mesmo sob pressão. E o papel da escola, mais do que apenas passar um conteúdo, é estar ao lado do aluno para que ele possa construir conhecimento nessa caminhada e se manter forte emocionalmente. Independente da data, o dia do exame vai chegar, e nossos alunos seguem se preparando para esse momento com todo o nosso apoio. O papel da escola é montar bem esse plano de ação para que os alunos possam chegar aos exames da melhor maneira possível”, explicou Igor Melo.

O Dom Bosco oferece um Serviço de Orientação Profissional, que nesse período de isolamento social está ainda mais ativo e dando todo o suporte a alunos e familiares. Isso inclui uma apoio também na questão da escolha da futura carreira dos jovens. Nesse momento de disrupção e fortes mudanças, até o futuro das profissões está sendo repensado em todo o mundo.

“Temos também o Serviço de Mentoria, no qual as mentoras estão de plantão para atender os alunos, assim como todos os professores e a nossa equipe pedagógica a postos, para estarmos juntos nesse suporte completo. Tanto para aliviar essa pressão de estudo, e também da questão social. Entendemos que a escola é um ambiente de interação social e os alunos sentem muita falta dos colegas, de suas equipes e dos professores, isso pode gerar ansiedade e depressão. Nesse momento, precisamos estar o mais perto possível e disponíveis para que eles se sintam assistidos e bem acolhidos nesse processo de isolamento que ainda não sabemos quanto tempo vai durar. Mas tudo isso vai passar e mostramos com nosso apoio que essa crise é também uma rica oportunidade de aprendizagem para todos”, completou o gestor.