4 Cartórios do Maranhão são premiados no Prêmio de Qualidade Total ANOREG 2023

Com a premiação de 4 Cartórios de todo o estado do Maranhão, a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (ANOREG/BR) realizou neste mês de dezembro, em Brasília/DF, a cerimônia oficial de entrega do 19º Prêmio de Qualidade Total ANOREG (PQTA). O evento, que conta com o apoio da Corregedoria Nacional de Justiça, reconheceu a excelência de gestão e a qualidade no atendimento das unidades de Notas e de Registros.

A 19ª edição do PQTA teve como vencedores maranhenses na categoria ouro o Cartório de Marajá do Sena, o 1º Ofício Extrajudicial de Paço do Lumiar e a Serventia Extrajudicial de Buriticupu. Já na categoria prata, o 1º Ofício Extrajudicial de Caxias foi premiado.

“A importância dos cartórios do Maranhão de participarem e serem premiados no PQTA traz consigo a questão prática de melhoria na qualidade dos serviços oferecidos à população. Não é só o cartório que acaba melhorando, mas também os usuários dos serviços, que acabam sendo os grandes premiados quando uma serventia se adequa para poder fazer jus à premiação, já que ela passa por um sistema rígido de controle para poder atender aos requisitos desse prêmio”, afirma o presidente da ANOREG/MA, Devanir Garcia.

“A ANOREG/MA tem incentivado os colegas e as serventias a se dedicarem e a participarem do PQTA. A nossa meta é um aumento gradual, ano a ano, para que mais cartórios do nosso estado possam participar e ser premiados. Isso terá uma repercussão lógica com a melhoria da qualidade dos serviços, que é o nosso grande objetivo”, acrescenta.

Impossibilitado de estar presente, o ministro do Superior Tribunal de Justiça e corregedor Nacional de Justiça, Luis Felipe Salomão, enviou um vídeo onde enfatizou a importância do prêmio como um reconhecimento à excelência e qualidade na gestão organizacional dos cartórios. Ele destacou as ações do Judiciário em 2023, ressaltando iniciativas como a Semana Nacional do Registro Civil e a Semana Nacional de Regularização Fundiária, bem como a regulamentação do SERP (Sistema Eletrônico de Registro de Imóveis), consolidando o Brasil como referência mundial. “Sem dúvida, 2023 foi um ano de grandes desafios, mas também de grandes vitórias para o segmento extrajudicial brasileiro que contribui de maneira decisiva para o sucesso das ações empreendidas pela Corregedoria Nacional de Justiça”, afirmou.

Entre os Estados brasileiros, Minas Gerais teve o maior número de premiados, com 31 unidades seguido por Goiás, Mato Grosso e São Paulo, ambos com 19; Bahia e Pará com 17; Santa Catarina com 16 premiados; Rio Grande do Sul com 11; Amazonas e Paraná com 9 cada; Ceará com 7; Pernambuco com 5; Espírito Santo, Maranhão e Rio Grande do Norte, cada um com 4; Acre com 3; e Alagoas, Amapá, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia e Sergipe com 1 premiado cada. Ao todo foram 141 cartórios recebendo a condecoração na categoria Diamante, 32 na Ouro, 20 na Prata, cinco na Bronze, e duas na Menção Honrosa.

Avaliação

Como forma de garantir a integridade nas notas, a auditoria das serventias participantes é realizada de maneira independente pela Apcer Brasil, que faz parte do Grupo de Associação Portuguesa de Certificação, organismo referência do setor da certificação na Europa e presente nas Américas, África, Oriente Médio e Ásia, cujos auditores visitam cada uma das unidades inscritas.

Os cartórios foram avaliados com base em dez critérios diferentes: Estratégia; Gestão Operacional; Gestão de Pessoas; Instalações; Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional; Gestão Socioambiental; Gestão da Informatização e Controle de Dados; Gestão da Inovação; Compliance, e Continuidade do Negócio. Cada critério gera uma pontuação que totaliza a premiação nas categorias: Menção Honrosa, Bronze, Prata, Ouro e Diamante. Ao fim da premiação, cada cartório recebe um relatório individualizado de sua auditoria, com uma comparação com os demais concorrentes, e a ANOREG/BR publica um Manual de Boas Práticas com recomendações e destaques observados durante o período de avaliação.

Para acessar a lista completa dos ganhadores, clique aqui.

ANOREG/MA

Fundada no dia 16 de março de 1998, com sede na cidade de São Luís (MA), a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Maranhão (ANOREG/MA) é a única entidade da classe com legitimidade, reconhecida pelos poderes constituídos, para representar os titulares de serviços notariais e de registro do Maranhão em qualquer instância ou Tribunal, operando em harmonia e cooperação direta com outras associações congêneres, principalmente com os Institutos Membros e Sindicatos, representativos das especialidades. É regida pelo Código Civil brasileiro, pelas demais disposições legais aplicáveis e pelo Estatuto.