VLI foca em fornecedores locais para obras e operação do Terminal Integrador de Porto Franco

Previsto para entrar em operação no primeiro semestre de 2022, o Terminal Integrador de Porto Franco, no Maranhão, deve aquecer a economia local com a geração de mais de 100 empregos no Estado, ainda no período das obras, e tornar-se uma oportunidade a mais de negócios para fornecedores da cidade. O assunto foi abordado no 1º Workshop de Orientação para Fornecedores de Porto Franco, promovido pela Prefeitura de Porto Franco, que contou com a presença de representantes da VLI e do Sebrae/MA.

Durante o evento, ocorrido nessa quarta-feira (28), em formato híbrido, mais de 20 empresários participantes receberam informações sobre as operações da VLI na região, as possibilidades e os critérios adotados pela empresa para as compras locais. “Apresentamos aos empresários as demandas que surgirão a partir do início da operação de transbordo de cargas, por parte da VLI, porque criar valor compartilhado é um dos nossos propósitos. Queremos desenvolver a logística do nosso país e a região por onde passamos”, explicou o gerente de Terminal da VLI, Pedro Augusto Gomes Ferreira.

De acordo com o analista de Suprimentos Horleilton Santos das Neves, o objetivo é contribuir com o fomento da economia na região. Sendo assim, os fornecedores locais estão entre as prioridades de compras da empresa. Essa, a propósito, é uma prática da companhia nas regiões em que opera. Estratégia semelhante à de Porto Franco foi realizada em Açailândia e Imperatriz.

Segundo Horleilton das Neves, para o Terminal de Porto Franco deverão ser demandados produtos como materiais de expediente, construção, elétrico, de serviços de limpeza, manutenção em geral, entre outros. Para isso, é importante que o fornecedor fique apto para essa possibilidade de negócios com a VLI. O primeiro passo nesse sentido é acessar o endereço http://vli.supplier.ariba.com/register e fazer um cadastro.

Sobre o Terminal  

Em junho, A VLI, companhia de soluções logísticas que integra ferrovias, terminais e portos; e a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. assinaram o contrato de concessão do Terminal Integrador de Porto Franco (MA). O ativo estará sob administração da VLI pelos próximos 15 anos, com possibilidade de renovação por mais cinco. A empresa vai investir, entre obrigações contratuais, adequação e capacitação do terminal, mais de R$ 20 milhões durante o período. O ativo conta com estruturas de armazenagem e transbordo de grãos e a previsão é de elevar a movimentação de cargas na região.

Sobre a VLI

A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no país, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Escolhida como uma das 150 melhores empresas para trabalhar pela revista Você S/A, a VLI também foi eleita a mais inovadora empresa de transporte e logística, pelo Prêmio Valor Inovação Brasil 2020, e conquistou o 1º lugar na categoria Transporte e Logística das Melhores, da IstoÉ Dinheiro. A VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.