O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Vacinações contra raiva e brucelose devem ser comprovadas na AGED

Produtores e criadores de bovinos e bubalinos que vacinaram seus animais contra brucelose e raiva, nesse primeiro semestre do ano, têm até o dia 31 de agosto para fazer a comunicação da vacinação nos escritórios da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED). A comprovação deverá ser feita no escritório da AGED, onde o produtor tem sua propriedade cadastrada.

O prazo foi estendido para que o produtor aproveite o momento de comprovação da vacinação contra febre aftosa para também comprovar as vacinas de brucelose e raiva junto à AGED.

A AGED tornou disponível em seu site (www.aged.ma.gov.br) os telefones e e-mails dos escritórios para que o produtor possa obter informações para fazer a comprovação das vacinas da raiva e da brucelose. Neste momento de pandemia, recomenda-se a não aglomeração nos escritórios, o uso de máscara, a higienização das mãos e o distanciamento de 2m entre as pessoas.

Para coordenadora de Defesa Animal da AGED, Jucielly Oliveira, é importante que o produtor notifique a AGED quanto à vacinação de seus animais para brucelose e raiva, pois é a garantia de ter um animal sadio e também para expedição da Guia de Trânsito Animal (GTA).

Para a emissão da GTA, é indispensável que os animais estejam acompanhados da documentação sanitária, que será exigida de acordo com a espécie e a finalidade do transporte. Dentre os documentos exigidos estão, por exemplo, certificados de vacinação e atestados negativos para determinados tipos de doenças, como a brucelose.