TIM apresenta projeto para expandir rede 4G no Maranhão   

 Em reunião com o governador do Maranhão, Flávio Dino, o CEO da TIM Brasil, Pietro Labriola, anuncia nesta quinta-feira (12) o plano de expansão da infraestrutura de rede e apresenta o mais novo projeto da companhia, o Sky Coverage. A iniciativa pretende instalar, só em 2021,105 antenas 4G, o que possibilitará a conectividade para mais 32 novas cidades da região. Com os novos pontos, a TIM encerrará 2021 com 153 cidades cobertas com a tecnologia de quarta geração. 

A ação está atrelada à meta da TIM de garantir que todas as cidades do Brasil tenham cobertura 4G até 2023. O objetivo do projeto é democratizar o acesso à internet, fazendo com que a população de regiões que ainda não têm cobertura consiga fazer parte desse processo de inclusão digital.  É importante destacar que, de janeiro até agora, a TIM já instalou com o Sky Coverage mais de 300 antenas em todo o país. O projeto prioriza diferentes tecnologias e usa estruturas simplificadas para conectar torres e antenas. Com isso, a companhia leva a cobertura de quarta geração também a distritos, vilas, estradas, resorts e pontos turísticos que, atualmente, não são atendidos por outras operadoras. 

“A ampliação da cobertura no Maranhão é um avanço importante na inclusão digital e o Sky Coverage vai nos ajudar a dar um grande passo nesse sentido também. Seguiremos investindo fortemente em infraestrutura de rede no estado e em todo o Brasil para oferecer novas tecnologias à população. Queremos que os maranhenses tenham uma maior velocidade de transmissão de dados e possam aproveitar todos os benefícios da internet da TIM”, declara Pietro Labriola, CEO da TIM Brasil.    

Além disso, em junho de 2020, a TIM assumiu um compromisso com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por meio do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) de levar a rede 4G para os municípios que ainda não contam com essa tecnologia nem com serviços de conectividade. A ação beneficia mais de 2,6 milhões de pessoas nas regiões Norte e Nordeste, e nos estados de Goiás e Minas Gerais. Vale ressaltar, que o Nordeste foi a região mais contemplada, com 62% das localidades a receber a cobertura 4G. No Maranhão, serão 117 municípios contemplados pelo TAC e mais de 296 mil maranhenses beneficiados até 2023. Sendo assim, com o TAC e o projeto Sky Coverage, a TIM levará, ainda em 2021, a rede de quarta geração para mais 32 novas cidades do Maranhão.

É muito importante saber que a TIM vai expandir suas atividades para mais municípios no Maranhão. Nós acreditamos que mais prestadores de serviço de telecomunicação representam mais oportunidades para a população ter acesso a esse serviço tão fundamental.  Achei a reunião altamente positiva e reiterei que o estado tem uma política amigável a todos aqueles que querem investir no Maranhão”, disse o Governador do Maranhão, Flávio Dino. 

Durante a reunião, também foi apresentada a parceria da TIM com a Ampli, maior grupo de educação do Brasil. A parceria com a edtech oferece cursos EAD gratuitos e descontos na graduação para todos os clientes da operadora. 

Biosites 

Com foco na solução de problemas relacionados à estrutura das torres tradicionais de telecomunicações, a TIM também destacou na reunião a importância do biosite – equipamento criado e patenteado pela companhia, que resolve questões como impacto visual, custo e agilidade de instalação de antenas. Trata-se de uma torre metálica, com aparência de um poste de iluminação pública, que comporta em seu interior todos os componentes de um site, com a vantagem de ser sustentável, moderno e capaz de melhorar a cobertura em locais onde seria inviável instalar uma grande estrutura. 

Além da transmissão de sinal, o biosite pode agregar múltiplas funções, porque permite a instalação de câmeras de segurança e pontos de iluminação pública. No Brasil, a solução da TIM já pode ser vista em 307 municípios brasileiros, ativados em 1.700 pontos. No Maranhão, são 35 biosites, sendo 23 distribuídos em São Luís. Na capital, é possível visualizá-los na Praia do Calhau, na Avenida Professor Carlos Cunha e próximo à rodoviária.

4G TIM no campo

A expansão do 4G no campo também foi pauta do encontro. Nas cidades de Balsas e Tasso Fragoso, há case de sucesso da TIM nas Fazendas Parnaíba e Planeste, com o grupo SLC Agrícola. A empresa integra a ConectarAGRO (associação civil sem fins lucrativos que tem por objetivo levar conectividade acessível aos produtores de todo país), desde a sua fundação, em 2019, e tem investido forte na tecnologia de quarta geração no campo – desenvolveu um ecossistema de negócio fim-a-fim para promover a conectividade, cobrindo mais de 7 milhões de hectares. A previsão da TIM é chegar ao total de 13 milhões de hectares até o fim deste ano. São 218 cidades ou 50 mil propriedades, com mais de 575 mil pessoas conectadas, principalmente na faixa de frequência de 700MHz, com redes abertas e acessíveis, usando a mesma rede 4G disponível nas cidades.   

TIM no Maranhão   

A TIM está presente em 139 municípios com a tecnologia de quarta geração. Para aumentar sua capilaridade e levar mais conectividade ao estado,  a empresa investe também na frequência 700 MHz, tecnologia que aumenta a capacidade de rede e permite um maior alcance do sinal, especialmente em ambientes fechados. Essa faixa – frequência mais baixa que as usadas anteriormente – já implantada em 136 cidades, tem maior alcance de cobertura, proporcionando uma experiência mais completa aos clientes, que passam a ter um sinal mais intenso e com melhor qualidade em locais mais afastados e distantes das antenas e também em ambientes indoor, como shoppings e estacionamentos subterrâneos.   
 

Capilaridade – Para atender esse volume de clientes da TIM no Maranhão, a operadora dispõe hoje de  15 pontos de venda em todas as regiões do Estado.