Setur lançou quatro programas para auxiliar o setor turístico no Maranhão durante a pandemia

O ano de 2020 foi, sem dúvida, desafiador também para o setor turístico por conta de problemas decorrentes da pandemia do coronavírus e para ajudar a amenizar os impactos no turismo. Nesse sentido, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), lançou cinco editais, através de quatro programas de auxílio, no final de março de 2020. Ao todo, foram disponibilizados R$ 216 mil reais em diversas ações de fomento e renda para os trabalhadores do setor.

Os editais para os programas City Tour de Encantos, Tour Ilha do Tesouro, Nosso Artesanato e Press Trip Desvenda Maranhão beneficiaram diretamente os meios de hospedagem, artesãos, restaurantes e guias de turismo.

Segundo o secretário estadual de Turismo Catulé Júnior, por meio dos editais, vários segmentos do setor turístico na capital e do interior do Estado tiveram mais condições de manter suas atividades e negócios durante o período de isolamento social.

“Diante da pandemia, de forma pioneira e rápida, os editais foram as alternativas encontradas pelo Governo do Estado para dar auxílio financeiro a este setor e garantir que esses trabalhadores pudessem se manter e se recuperar durante esse período de crise sanitária mundial”, destacou.

City Tour de Encantos

Por meio do programa foram selecionados guias de turismo para oferecer à população serviços de guiamento turístico via internet, com vídeos gravados nos principais atrativos turísticos. O tour virtual oportunizou à população maranhense conhecer mais das belezas e atrativos do Estado.

Segundo requisitos contidos no edital, cada guia de turismo poderia executar no máximo 10 vídeos, com a definição de pagamento no valor de R$ 80,00 (oitenta reais) por roteiro gravado. 

Para o guia de turismo e presidente do Sindicato Estadual dos Guias de Turismo do Maranhão, André Gutemberg, a ação foi de grande importância pois agregou bastante no apoio aos guias. “Parabenizo a Setur que, desde o início da crise, veio conversando com o trade do turismo para ver o que poderia possibilitar para colaborar com a categoria. A gestão está de parabéns por este grande projeto e que repercutiu positivamente para nossa classe”, afirmou.

Tour Ilha do Tesouro
O programa contou com a oferta de dois editais. O primeiro foi destinado para alunos do 2º e 3º ano do Ensino Médio da rede pública do interior do estado, possibilitando a oportunidade de conhecer os principais atrativos históricos e culturais de São Luís, enquanto que o segundo objetivou selecionar propostas para o fornecimento de voucher no quantitativo de 600 diárias, incluindo hospedagem e o fornecimento de café da manhã.

O valor do voucher a ser pago aos hotéis, pousadas e hostels credenciados no presente edital seria de R$ 100 referente ao apartamento duplo. Na ocasião, os meios de hospedagem deveria apresentar proposta para um quantitativo mínimo de quarenta hóspedes. Cada meio de hospedagem deverá hospedar delegações completas, que serão acomodados em apartamentos duplos ou triplos.

“O apoio veio em bom momento e foi de extrema importância para o segmento, pois deu garantias aos nossos colaboradores. Essa ação foi fruto de boa gestão e bom senso”, complementou o diretor operacional do Soft Win Hotel, Ronald Luso.

Nosso Artesanato
Para o programa foram selecionados artesãos que produziram peças para compor o kit promocional de divulgação do destino Maranhão em eventos e recepção aos visitantes do nosso Estado. Por meio do edital foram adquiridas 2 mil peças de 10 tipologias diferentes como cerâmica, azulejaria, bordado de aplicação; pulseiras com bordados de miçangas, souvenir em couro, biojoias de sementes típicas maranhenses; sacolas, rendas e produtos que utilizem a técnica reutilização/reciclagem com referências à cultura maranhense.

O superintendente de Artesanato do Maranhão, Carlos Martins, destacou os benefícios do programa , disse que, além de estimular a produção artesanal local e garantir renda aos artesãos, o projeto serviu de exemplo, sendo requisitado, na ocasião, pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) para ser replicado em outros estados do país.

“O programa foi muito bem visto e elogiado fora do estado, o PAB solicitou o projeto nos moldes desse criado pela Seturpara que pudesse também ser implementado em outras cidades do país”, revelou o superintendente.

Press Trip Desvenda Maranhão
Por meio do programa, o Governo do Estado comprou diárias de meios de hospedagem para utilização durante a pós-pandemia, nas cidades de Barreirinhas, Santo Amaro, Tutóia, Carolina e Riachão. 

Os vouchers serão utilizados através de viagens promocionais com artistas, blogueiros, digital influencers, jornalistas, imprensa nacional e internacional.

Foi contratado o fornecimento de hospedagem com café-da-manhã no quantitativo de 400 vouchers no valor de R$ 100 referente a diárias em meios de hospedagem nas cidades de Barreirinhas (220), Santo Amaro (50), Tutóia (40), Carolina (60) e Riachão (30) dos seguintes Polos Turísticos: Lençóis Maranhenses, Delta das Américas e Chapada das Mesas.

Lei Aldir Blanc
Em setembro de 2020, de forma conjunta com a Secretaria de Estado da Cultura (Secma), a Setur lançou o edital de credenciamento para beneficiar artesãos maranhenses com R$ 2 milhões para fomento da produção e fornecimento de artigos artesanais de 30 tipologias diferentes.

As tipologias contempladas no edital foram os itens em azulejaria, cerâmica vitrificada, pintura à mão livre com porcelana, fibra do buriti e artesanato indígena, artesanato em palha de buriti, rendas, chapéus e tapetes feitos de palha de carnaúba e peças produzidas em madeira, cerâmica e tecido, entre outros, que fazem parte do artesanato local mais comercializadas no estado.

As peças comercializadas por meio do edital serão utilizados em feiras, eventos, oficinas e afins, na renovação dos acervos das Casas de Cultura, na recepção de turistas, autoridades e demais convidados, com a finalidade de promoção dos atrativos turísticos e da produção artesanal maranhense.