SET faz balanço positivo do processo de automação em ônibus e ampliação da rede de venda de bilhetes

O SET / Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros avalia como positivo o processo de modernização do sistema de transporte coletivo em São Luís, iniciado em abril desse ano, à partir da assinatura da Convenção Coletiva dos Rodoviários.

O processo visa elevar São Luís ao mesmo status de diversas capitais brasileiras, nas quais os usuários desfrutam de mais agilidade e comodidade na compra dos bilhetes de transporte coletivo, os quais são eletrônicos e vendidos de forma descentralizada. Outras vantagens nesse tipo de modalidade são: A eliminação do problema de falta de troco aos usuários e a diminuição de assaltos em coletivos; fatos esses já comprovados por pesquisas em capitais como Fortaleza, por exemplo.

“O SET agiu por conta própria, e iniciou, no último dia 16 de julho, a ampliação do horário de atendimento nos postos de venda do bilhete eletrônico localizados dentro dos terminais de integração. Além dos dias úteis, a venda de créditos passou a funcionar também aos sábados, até às 12H. Mas esse foi só o primeiro passo”, disse o Presidente do SET, Gilson Caldas Neto.

Ele destacou como a segunda fase desse processo a descentralização e ampliação dos postos de vendas. Foram abertos diversos pontos de vendas de bilhetes eletrônicos do transporte coletivo nos meses de julho e agora em agosto; estrategicamente espalhados pela cidade.

A meta do SET é minimizar cada vez mais o pagamento em dinheiro nos ônibus. Além de todas as vantagens já expostas do uso do bilhete eletrônico; vale lembrar também que, somente esse tipo de modalidade dá direito à integração temporal, na qual o usuário tem acesso a mais de uma viagem com troca de ônibus pagando apenas uma passagem. Quem paga em dinheiro não tem esse benefício.

Com a ampliação dos Postos de Venda, a duração do atendimento médio por cliente ficou em menos de 30 segundos. Só que o fator humano ainda influencia nesta duração (clientes que se atrapalham na hora de pagar, demoram para tirar o cartão de transporte da bolsa, etc..).

Pensando nisso, e com o intuito de automatizar a venda de créditos eletrônicos, Gilson Neto anuncia agora a implantação do aplicativo RecargaPay, já em fase de testes:

“No último mês de junho o SET contratou o desenvolvimento desse aplicativo, que agora está em fase de testes e implementações. Tão logo o mesmo seja lançado ainda esse ano, os usuários vão poder comprar ou recarregar seus créditos usando o próprio celular smartphone para isso, com esse aplicativo, que será gratuito. Estamos trabalhando muito fortemente para entregar a cada usuário do transporte coletivo a comodidade que vai facilitar a vida de todos; e o mais importante, todas as medidas foram tomadas por iniciativa do SET, com foco no cliente, Estamos indo muito além do que determinam as leis vigentes, e agindo com o objetivo de que o usuário do transporte coletivo em São Luís tenha uma melhor experiência”, declarou Gilson Neto. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.