Serviço de Hemodinâmica oferecido pelo HCM contabiliza mais de sete mil atendimentos

O Governo do Estado tem reforçado a oferta de procedimentos especializados na rede estadual de saúde. Uma das unidades que oferece uma série de serviços de alta complexidade é o Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), a exemplo do Serviço de Hemodinâmica, que desde a sua implantação em setembro de 2017 já realizou 7.021 atendimentos.  

Disponibilizado pela primeira vez em uma unidade estadual de saúde, o Serviço de Hemodinâmica possibilita diagnósticos e procedimentos nas áreas de cardiologia, neurologia e angiologia, utilizando a técnica do cateterismo. 

O diretor geral do HCM, Edilson Medeiros, ressalta a importância desse aparelho de alta complexidade. “O Serviço de Hemodinâmica oferecido pelo Hospital Dr. Carlos Macieira atualmente é composto por duas máquinas que realizam procedimentos cardíacos e procedimentos endovasculares. Esses procedimentos são de suma importância para a sociedade, visto que são procedimentos de alta complexidade, como cateterismos, angioplastias e procedimentos endovasculares”, destacou o diretor. 

Os aparelhos funcionam em uma ala com 10 leitos, destinados a recuperação dos pacientes que precisarem do serviço. O serviço, que ficou suspenso durante a fase mais crítica da pandemia, voltou a funcionar ainda no mês de maio, de forma reduzida, atendendo apenas urgências e emergências, desde então, foram realizados 266 atendimentos. 

Pacientes que realizam procedimentos oferecidos pelo serviço falam sobre a importância do procedimento ofertado pelo SUS. Um deles é o seu Raimundo Ávila, que completa 73 anos exatamente no dia em que realiza um cateterismo. Vindo da cidade de Santa Rita, o funcionário público conta que teve um começo de infarto e foi encaminhado ao Hospital Dr. Carlos Macieira para realização do procedimento através do Serviço de Hemodinâmica.

“A oportunidade de poder realizar esse procedimento aqui foi maravilhosa, pois minha filha iria pagar R$ 2.800,00 em uma clínica particular e nós não tínhamos de onde tirar esse dinheiro. Eu orava noite e dia e graças a Deus eu vim para cá. Sou feliz por isso, já fiz meu procedimento, ganhei o meu presente de aniversário e agora é só me recuperar”, conta seu Raimundo Ávila, emocionado. 

Sentimento compartilhado pelo autônomo Dionísio Oliveira, da cidade de Presidente Dutra, que aos 66 anos realizou uma angioplastia para desobstrução das artérias coronárias. “O serviço oferecido aqui é de primeira qualidade, serviço que muitos não têm condição de fazer em rede particular e aqui o atendimento é de primeira, não tenho que reclamar”, destaca.

Para atendimento no Setor de Hemodinâmica o paciente passa por atendimento ambulatorial no HCM. O serviço também atende pacientes da internação e da emergência, quando o paciente é encaminhado através das Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Unidade Mista do Maiobão, Socorrões e demais atendimentos referenciais de urgência e emergência da capital e dos interiores Maranhão.

O Sistema de Hemodinâmica permite tratamento de agravos também nas áreas da neurologia e da angiologia com estudo da vascularização cerebral, embolização de aneurisma cerebral, angioplastia de vasos cerebrais, angioplastia de artérias (carótidas e vertebrais), retirada mecânica de trombos cerebrais (nos casos de Acidente Vascular Cerebral), estudo dos vasos dos membros inferiores, pulmonares, com tratamento de insuficiê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.