SEEB-MA pleiteia adicional para bancários na Justiça

O SEEB-MA ajuizou ação coletiva na Justiça do Trabalho pleiteando o pagamento de adicional de insalubridade, em percentual máximo, a todos os bancários do Maranhão que estão sendo obrigados a trabalhar durante o período de isolamento social em razão da pandemia do coronavírus. Na petição, o Sindicato alega que as agências bancárias são focos de aglomeração e de disseminação da Covid-19, colocando em risco a saúde do empregado, de sua família e de toda a comunidade.
Vale ressaltar que já há centenas de bancários infectados pelo coronavírus, no Maranhão, sendo que mais de 12 (doze) já vieram a óbito no país vítimas da doença. Apesar de todas as cobranças do Sindicato, as autoridades públicas não conseguem fiscalizar a atuação dos bancos, os quais – por vezes – sequer oferecem máscaras e álcool em gel à categoria. “Diante disso, não há dúvidas de que a saúde e a vida dos bancários estão em perigo.
Os trabalhadores estão, diariamente, sujeitos a contrair um agente biológico letal, fazendo jus, pelo menos, ao adicional de insalubridade, já que o Poder Público se recusou a fechar os bancos, medida esta que, em nossa visão, seria a mais acertada” – afirmou o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan. No pedido, a assessoria jurídica do Sindicato requereu, ainda, que o adicional seja concedido em grau máximo, com incidência em férias, abono, gratificações natalinas, depósitos fundiários, aviso prévio, horas extras e demais direitos previstos nas normas coletivas da categoria. Vamos à luta!