O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Rivaldo vê Koeman injustiçado no Barcelona e exalta fase de Vini Jr. no Real Madrid: “Grande confiança e habilidade”

Depois da vitória do Real Madrid sobre o Barcelona por 2 a 1, no último domingo, Vinicius Jr. ganhou muito destaque na imprensa nacional e internacional por sua ótima atuação em pleno Camp Nou. 

Embaixador da Betfair.net, Rivaldo rasgou elogios ao ex-flamenguista, cada vez mais adaptado e atualmente titular absoluto do Real Madrid. O ex-jogador analisou a fase de Vini Jr. e falou sobre a briga por posição no ataque da Seleção Brasileira a um ano da Copa do Mundo de 2022. 

“Vini Jr. teve mais uma boa atuação no El Clásico aparecendo com grande confiança para encarar seus adversários e criando muitas dificuldades na defesa do Barcelona com sua habilidade. Penso que isso tem o mérito do técnico Ancelotti, que deu grande confiança ao colocá-lo como titular regular no time, coisa que nem sempre acontecia com o Zidane”, afirmou Rivaldo.

“Ele também está acertando mais o gol nesta temporada e isso facilita sua confiança dentro de campo. Só tenho elogios para o menino, que está se firmando como peça-chave no time do Real Madrid, confirmando minha opinião de que ele não deveria ser emprestado ou jogar no Castilla como chegou a ser considerado na temporada anterior. Agora, é dar sequência, pois no ano que vem tem Copa do Mundo e é importante chegar confiante nessa competição para brigar por um lugar no time. Não será fácil, já que a seleção brasileira tem grandes opções na frente”, completou.

Ídolo do Barcelona, Rivaldo não concorda com as cobranças exageradas em cima do técnico Ronald Koeman, cada vez mais pressionado no cargo.

“O Koeman voltou a ser muito cobrado após a derrota no El Clásico, inclusive com alguns torcedores chutando seu carro. Tudo isso é muito triste e eu nem considero que essas pessoas sejam realmente torcedores do Barcelona. É preciso reconhecer que o Koeman abandonou a seleção holandesa para assumir essa posição delicada de comandar o Barcelona em tempos muitos difíceis e eu não acho que outros ídolos do clube tivessem essa coragem”, disse Rivaldo, embaixador da Betfair.net.

“Ele sempre se mostrou um fã incondicional do clube e claramente não merece todas essas críticas. Vem fazendo seu trabalho da melhor forma que sabe e as responsabilidades não são todas dele, afinal, ele tem um elenco mais fraco do que em anos anteriores e nem sempre é fácil dar confiança para todos os jogadores. Se vier outro treinador isso não é garantia de que as coisas vão melhorar pois são os jogadores que entram em campo. Penso que o técnico holandês vem sendo bem injustiçado em tudo isso, pois ele se mostrou corajoso e fiel ao clube num tempo de grande dificuldade”, opinou o embaixador da Betfair.net.

Situação delicada do Grêmio

Sobre o futebol brasileiro, Rivaldo comentou a complicada situação do Grêmio, vice-lanterna do Brasileirão e sob risco real de rebaixamento à Série B. O ex-jogador confia que o Tricolor conseguirá escapar da queda.

“O futebol brasileiro continua uma caixinha de surpresas. O Grêmio, que há poucos anos erguia troféus como da Copa do Brasil e da Libertadores, hoje está brigando para não ser rebaixado. Seus problemas não parecem ser financeiros, pois o time tem grandes jogadores no seu elenco. Na minha opinião, o time voltou a ter pouco foco no Brasileirão durante grande parte da temporada visando mais as competições continentais e acabou pagando um pouco caro, pois quando focou realmente na Série A já vinha um pouco atrasado e isso aumentou a pressão sobre os jogadores e treinadores”.

“Ainda acredito que o Tricolor Gaúcho vai reverter essa situação, até porque ainda tem dois jogos atrasados a disputar, mas certamente se trata de um alerta para muitos clubes de que não se deve descuidar muito no Brasileirão ou pode passar por obstáculos inesperados mais à frente”, concluiu Rivaldo.

Messi na frente pela Bola de Ouro

Por fim, Rivaldo analisou a corrida pela Bola de Ouro 2021. Ele vê o argentino Lionel Messi como favorito a vencer o prêmio pela sétima vez, mas cita nomes como Robert Lewandowski e Mo Salah.

“As votações para a Bola de Ouro 2021 já foram encerradas e tudo parece indicar que Lionel Messi vai vencer este troféu pela 7ª vez em sua carreira.  Ele conquistou a Copa América com a Argentina numa Final disputada no Brasil e com a seleção em jejum desde 1993. É claro que isso está pesando nas votações, pois se fossemos olhar somente ao que ele fez no Barcelona não teria chance de brigar pelo prêmio”, opinou Rivaldo.

“Há outros jogadores que ainda podem surpreender como o Lewandowski, do Bayern, ou o Salah, do Liverpool, porém com as votações já terminadas, talvez a boa fase do atacante egípcio já não entre na cogitação de muitos votantes”, finalizou o embaixador da Betfair.net.