Região das Areias receberá unidade do IEMA

A Região das Areias, composta pelos municípios Barreirinhas, Humberto de Campos, Paulino Neves, Primeira Cruz, Santo Amaro e Tutóia receberá uma unidade plena do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), que ofertará ensino médio técnico em tempo integral. A unidade está sendo construída na cidade de Tutóia, um dos portais do Delta do Parnaíba.

Com investimento que ultrapassa os R$ 10 milhões, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), mantém equipe com 30 profissionais trabalhando na parte estrutural do prédio, que está com 30% do total já concluído. A previsão é que o número de trabalhadores nos serviços do prédio aumente. Todos os envolvidos na edificação seguem as normas sanitárias orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a segurança neste tempo de pandemia da Covid-19.

Apesar do momento delicado, devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, o Governo do Estado busca manter as obras essenciais e que darão benefícios a população, a exemplo dos investimentos em educação.

Para o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, a construção dos IEMAs garante que os jovens tenham mais oportunidades, tendo em vista que saem do Instituto com uma qualificação técnica e essa é a demonstração do cumprimento, pelo Governo do Estado, do compromisso que foi firmado com a população, que é assegurar o direito à educação de qualidade.

“Esse é mais um importante investimento que a gestão Flávio Dino tem feito, investimento em educação e de qualidade. A construção dos IEMAs dá oportunidade aos estudantes de terem uma formação profissional, concluírem o curso e saírem prontos para o mercado de trabalho. Apesar do momento desafiador, temos nos empenhado para cumprir com o compromisso que firmamos com a população maranhense”, ressaltou Noleto.

Mais IEMAs pelo Maranhão 

No último dia 17 de julho, o Governo do Estado entregou a nova unidade do IEMA na cidade de Presidente Dutra. No local, alunos, professores e gestores tem a estrutura adequada para o ensino e a aprendizagem.

Atualmente, a Sinfra atua, também, na execução do projeto de construção das unidades do Instituto nos municípios de São Vicente Férrer, Coroatá, Amarante e Santa Helena, que beneficiarão a população e ampliarão a rede de ensino técnico e público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.