Prefeitura de São Luís inicia ciclo de avaliação das aprendizagens com os estudantes do Ensino Fundamental da rede municipal de ensino

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou, nesta semana, o primeiro ciclo avaliativo para o ano de 2023 dos alunos da rede municipal de ensino. O cronograma de provas vai de 6 a 30 de março. As avaliações buscam traçar um diagnóstico do nível de aprendizagem dos estudantes das escolas públicas municipais, para a posterior elaboração de estratégias de recomposição e de reforço dos conteúdos aos alunos, conforme necessidade.

O ciclo avaliativo é realizado pela Semed, por meio do Núcleo de Avaliação Educacional (NAE) e alcançará cerca de 68 mil estudantes, do 2º ao 9º anos do Ensino Fundamental. As avaliações são provenientes de diversos programas e sistemas e são importantes para a compreensão das necessidades de melhorias no ensino municipal.

O ciclo avaliativo inicia com as provas do programa Educar Pra Valer, realizadas entre os dias 6 a 10 de março para todos os estudantes das escolas municipais do 2º, 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental. O Sistema de Avaliação Educar Pra Valer (SAEV) aplica provas objetivas de Língua Portuguesa e Matemática e de Fluência em Leitura. Em continuidade, serão aplicadas as provas do Sistema Estadual de Avaliação Educacional do Maranhão (SEAMA), que ocorre nos dias 15 e 16 de março com avaliações objetivas de Língua Portuguesa e Matemática para os estudantes do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental.

A secretária de Educação de São Luís, Caroline Marques, pontua a relevância deste momento e o compromisso da gestão do prefeito Eduardo Braide com a melhoria dos indicadores educacionais da cidade. “Temos o grande desafio de avançarmos na melhoria da educação municipal de São Luís, este é um compromisso do prefeito Eduardo Braide, que tem colocado a educação como prioridade na sua gestão. Com as avaliações, temos a certeza de que vamos melhorar os resultados da educação pública municipal”.

Avaliações

A avaliação de fluência em leitura é outra ferramenta importante para compreender o nível de desenvolvimento dos estudantes para ler, compreendendo a decodificação, a formação de frases, o ritmo de leitura e a compreensão dos textos, tendo em vista que a leitura é a porta de entrada para todos os demais conhecimentos. A avaliação de Fluência em Leitura será realizada entre os dias 21 a 27 de março por meio da Plataforma Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC) para os estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental.

Haverá ainda as avaliações de objetivas de Língua Portuguesa e Matemática realizadas pelo Núcleo de Avaliação Educacional da Semed (NAE), entre os dias 27 a 30 de março, para estudantes do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental e do I e II Segmentos da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os estudantes que não puderem cumprir a execução das provas neste momento avaliativo, e assim, garantir um levantamento ainda mais preciso, poderão fazer as provas no segundo semestre de 2023, durante o novo ciclo, chamado de Avaliação Somativa, que servirá de comparativo com os resultados atuais, demonstrando a eficácia das estratégias implementadas.

Para a gestora escolar, Luzinélia Remédios, este é um momento importante para compreender os pontos fortes e as melhorias para o ensino municipal. “Estamos entusiasmados com o apoio dos técnicos da Semed e a colaboração das famílias, orientando e incentivando a participação efetiva dos estudantes para que a avaliação diagnóstica seja bem concluída de forma que as habilidades e competências, nessa perspectiva, sejam mapeadas e identificadas entre os pontos fortes e o que pode ser melhorado, com a continuidade do processo de aprendizado na nossa escola”, relatou gestora da U.E.B. Maria Alice Coutinho, no Turu.