Prefeitura de São Luís e Governo do Estado iniciam testagens rápidas para Covid-19 em população em situação de rua

Atuando de forma planejada e estratégica no enfrentamento ao novo coronavírus, a Prefeitura de São Luís,  por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), em parceria com o Governo do Estado do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciaram nesta quinta-feira (9), pela manhã, as testagens rápidas do Covid-19 junto à população em situação de rua abrigadas na Unidade de Acolhimento Provisório da Vila Luizão – local reservado para pessoas consideradas com casos suspeitos da doença. Dos cinco testes realizados, pela Força Estadual de Saúde, todos deram negativo para a Covid-19. Atualmente, 97 pessoas estão acolhidas no setor de alojamento do Estádio Castelão e cinco na Vila Luizão.

A secretária da Semcas, Andréia Lauande, ressalta o trabalho realizado principalmente junto às pessoas que vivem em situação de rua nesse período. “A Prefeitura de São Luís tem  atuado em várias frentes, e faz parte da ação estratégica da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior e do governador Flávio Dino dar toda a atenção necessária, por meio de um plano de contingência capaz de atender a todos os ludovicenses. Esse público exige um tratamento diferenciado em função das próprias condições em que vivem”, disse a gestora da Semcas.

TESTES

As cinco pessoas que participaram da testagem rápida, já estavam em isolamento na Unidade da Vila Luizão, pois ao passar pela avaliação clínica havia suspeita de terem contraído o Covid-19. O acolhimento inicial acontece no Estádio Castelão, outro espaço provisório para abrigar a população em situação de rua, lá são realizados os atendimentos clínicos inicias e se constado gripe ou sintomas suspeitos do novo corona vírus elas são encaminhadas para a unidade da Vila Luizão.

Os testes rápidos têm resultado em até 20 minutos. Os testes são feitos apenas após o sétimo dia do início dos sintomas de síndrome respiratória, como tosse, dificuldade para respirar, congestão nasal e dor de garganta, para detectar a presença de anticorpos, que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, popularmente conhecido como novo coronavírus, que causa a doença Covid-19.

Além do teste do Covid-19 estão sendo realizados testes de Hepatites B e C , de HIV, sífilis para, caso o exame seja positivo, sejam feitos os devidos encaminhamentos e tratamentos.

O enfermeiro da Força Estadual de Saúde, Leonardo Ladrange, esclarece que a testagem rápida é para exclusão ou confirmação do Covid-19 para quem já foi triado. Essa remessa de testagem é a primeira vinda da china. “Em caso de resultado positivo, elas serão encaminhadas para o isolamento restritivo e/ou encaminhadas para os Hospitais de referência daqui de São Luís”, falou o enfermeiro Leonardo.

José, 55 anos, está na situação de rua há cerca de quatro meses, chegou ao Estádio Castelão há três dias com uma gripe muito forte, após a triagem foi encaminhado ao acolhimento provisório na Vila Luizão e foi uma das pessoas testadas. “Eu estava muito, mas muito preocupado mesmo, posso dizer, apavorado, mas graças a Deus meu teste deu negativo. Os cuidados que estamos recebendo nesses espaços é maravilhoso, desde o primeiro dia recebi cuidados e medicação para aliviar os sintomas da gripe. Estou comemorando ter testado negativo”, disse aos prantos José Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.