Prefeitura de São Luís agita segunda-feira de folia com show de Maiara e Maraisa na Cidade do Carnaval

A Prefeitura de São Luís brinda foliões maranhenses e turistas, na noite desta Segunda-Feira Gorda (12), com um dos shows mais aguardados da Cidade do Carnaval. As irmãs Maiara e Maraisa, que estiveram na capital ano passado a convite do prefeito Eduardo Braide para apresentação no aniversário de 411 anos da Ilha do Amor, retornam para repetir a dose e incendiar o circuito de folia com seus mais tocados sucessos. Eles subirão no palco por volta das 23h. Na terça (13), quem sob ao palco é o DJ Alok.

A grande festa popular, que começou na sexta-feira (10), teve continuidade no Domingo Gordo em um trecho da Avenida Senador Vitorino Freire, na Praia Grande. A Cidade do Carnaval viveu sua terceira noite recebendo pessoas de todos os cantos da capital maranhense, que aproveitaram a diversificada programação dividida em diferentes espaços. A programação foi marcada pela presença da banda Olodum, do cantor cearense Mateus Ximenes, do bloco Bicho Terra e de outras atrações expressivas da cultura maranhense.

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, ressaltou a efervescência em que se tornou a cidade desde o início da festa, com um cenário bem diferente do que acontecia em anos anteriores, quando significativa parcela da população seguia em direção aos diversos municípios do interior do estado. Ele frisou que um evento grandioso como esse aquece a economia local, sendo um prato cheio para que muita gente possa faturar, desde quem trabalha na área da beleza até o vendedor de churrasco.

“Chegamos a nossa terceira noite de alegria na Cidade do Carnaval, recebendo sempre um público animado e que vem exclusivamente para se divertir na paz e com segurança. Nos preocupamos com todos os detalhes que, juntos, contribuem para que tenhamos um evento alegre e que atenda às necessidades dos foliões. Mas a festa ainda não acabou e ainda temos muita coisa pela frente. É muito gratificante poder realizar um evento como esse ajudando a girar a nossa economia”, destacou o prefeito Eduardo Braide, acompanhado da primeira-dama, Graziela Braide, da vice-prefeita, Esmênia Miranda, e do secretário municipal de Cultura, Maurício Itapary.

A principal atração foi a banda baiana Olodum, que desembarcou na Cidade do Carnaval por volta das 19h, com sua energia contagiante, colorido marcante e instrumentos característicos. Comemorando 45 anos de batucada, o grupo correspondeu às expectativas do público, sacudindo a plateia do início ao término da apresentação. A primeira música foi “Alegria Geral”, um dos hinos do grupo baiano.

Este ano, Olodum enfoca o tema “Wodaabe: O Povo do Sorriso – Uma História de Beleza e Diversidade”, abordando nômades africanos e tendo como tradição o protagonismo feminino. Os artistas conversaram com a imprensa no camarim, antes de seguirem ao palco, e afirmaram que São Luís e Salvador têm características em comum, tais sejam, a música boa e a energia ancestral.

“Uma felicidade grande estarmos aqui, prestes a completar 45 anos de história, com muitos projetos sociais e a nossa musicalidade, que tem chamado a atenção de artistas do mundo inteiro. Vamos fazer uma grande festa com os maranhenses”, disse o vocalista Lazinho.

No palco, os músicos ainda prestaram homenagem a São Luís entoando reggae de raiz. Os vocalistas convidaram o prefeito Eduardo Braide para subir e o gestor municipal chegou usando uma camisa do Olodum.

Além da banda Olodum, se apresentaram DJs e o cantor Mateus Ximenes, direto do Ceará, que entregou muita simpatia e a batida contagiante do forró e do piseiro. O jovem artista desponta entre os grandes nomes da nova geração do forró no Brasil. Os blocos Bicho Terra e Jegue Folia se apresentaram no trio elétrico. Houve, ainda, programação no Afro Palco e na tenda Hot Space, com os DJs Marinho e Pastel. O Palco Multicultural abriu alas para as tribos de índios e blocos tradicionais. O público ainda agitou com o Grupo Misturô, a bateria da escola de samba Flor do Samba, Marabloco Elétrico e Bloco Alternativo 24×48.

Neste Domingo Gordo, a expectativa é grande em torno do show da dupla Maiara e Maraisa. As gêmeas de Mato Grosso estão no topo das paradas desde 2026 e não deixam a peteca cair. Animadas e talentosas, as artistas prometem um show pra cima com muito sertanejo em ritmo de Carnaval e homenagens a grandes nomes da música brasileira. 

Economia criativa e geração de renda

A economia criativa também tem vez e espaço na Cidade do Carnaval. A festa também impulsiona os negócios de micro e pequenos empreendedores locais, que veem uma oportunidade para faturar renda extra nos dias de folia. Uma das iniciativas que movimentam a cena é a Feira Preta, uma ferramenta que oportuniza o fortalecimento do empreendedorismo negro, gerando renda, lucro, oportunidade e visibilidade.

Desde o início da programação, as afro empreendedoras têm marcado presença, exibindo, com orgulho, seus produtos e serviços. Para elas, a oportunidade não somente representa um meio de gerar renda, mas, também, é um reconhecimento ao talento e contribuição das comunidades afrodescendentes ao cenário empreendedor local.

Comercializando seus produtos na Feira Preta, a empreendedora Neide Baldez, que trabalha com a chamada ‘costura criativa’, comemora a visibilidade e as boas vendas ao longo dos dias de programação. “Nós, afro empreendedoras da Feira Preta, estamos felizes com esta oportunidade. Isto aqui é uma oportunidade de venda e geração de renda. Então, deixo aqui meu carinho e respeito ao prefeito Eduardo Braide em ter tido esse olhar tão especial para nós. Estou muito feliz, muito agradecida”, disse a empreendedora.

A vice-prefeita de São Luís, Esmênia Miranda, enfatizou a importância da presença da Feira Preta na Cidade do Carnaval, ressaltando a importância da participação das mulheres, especialmente as negras, no cenário empreendedor brasileiro.

“Incorporar a Feira Preta à Cidade do Carnaval é outro aspecto que enriquece nossa festa. Essa união ressalta o caráter diversificado da celebração, que não somente oferece uma ampla gama de atrações culturais, mas, também, abraça a presença da feira como um espaço essencial para o desenvolvimento do trabalho das mulheres negras. Para os foliões, é uma oportunidade adicional de enriquecer suas experiências, seja complementando suas fantasias ou apoiando diretamente essas empreendedoras”, afirmou a vice-prefeita. 

Serviços

A Prefeitura de São Luís mantém equipes de serviços essenciais que garantem todo conforto e bem-estar dos foliões. Equipes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) promovem o disciplinamento do tráfego na região e entorno, já a Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) mantém guardas municipais que atuam na segurança patrimonial e dão apoio às forças de segurança pública.

Agentes de limpeza mantém o ambiente limpo e a atuação de comerciantes informais, devidamente credenciados, é fiscalizada por agentes da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh). A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) promove diversas ações, como distribuição de preservativos, entre outras atividades.