Pesquisadores do Imesc e UEMA lançam relatório sobre o clima no Maranhão

‘Análise das Condições Climáticas do Estado do Maranhão entre janeiro e junho de 2020’ é o título da mais recente publicação do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos Cartográficos (Imesc), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE), elaborada em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). O relatório foi lançado nesta quinta-feira (3) e visa avaliar a climatologia geográfica maranhense, sobretudo a partir de suas relações com as dinâmicas oceânicas, continentais e de sistemas atmosféricos atuantes.

O pesquisador Luiz Jorge Dias coordenou o trabalho e aponta a sua relevância por ter sido feita em parceria entre Imesc e alunos e professores de graduação e pós-graduação da UEMA. “Outros pontos positivos são: apresentar um preenchimento de lacuna acerca da compreensão da climatologia geográfica; e analisar cenários de relação entre a dinâmica climática atuante no Maranhão e suas implicações no planejamento e ordenamento territorial”, destaca o pesquisador.

Foi utilizado o método cartográfico de interpolação de dados relacionados à dinâmica atmosférica de 31 estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), sendo 16 no Maranhão e 15 distribuídas entre os estados do Piauí, Tocantins e Pará, todas a menos de 80 km de distância das terras maranhenses.

O método permitiu analisar comparativamente as regiões de maior incidência mensal de precipitações no semestre analisado, bem como aquelas que apresentaram déficits de chuvas em relação às normais climatológicas, ou seja, as médias estabelecidas com base em 30 anos de medições diárias.

O presidente do Imesc, Dionatan Carvalho, destacou que “a obra abre caminho para a interrelação entre clima e outros estudos já desenvolvidos pelo Imesc, sobretudo quanto à análise da participação do elemento geográfico clima no contexto das análises do PIB e da dinâmica econômica estadual”. 

O relatório contou com a revisão técnica do Prof. Dr. Paulo Henrique de Aragão Catunda e co-autoria de Allana Pereira Costa. A publicação está disponível, na íntegra, pelo link: https://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/ambientais/374

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.