Papai Noel dos Correios entrega milhares de presentes no Maranhão

Mais um Natal se passou e o Papai Noel dos Correios cumpriu uma tradição de 30 anos de campanha. Desde novembro, foram disponibilizadas, adotadas e presenteadas aproximadamente 4 mil cartinhas de crianças nos municípios de Açailândia, Bacabal, Barreirinhas, Caxias, Fortaleza dos Nogueiras, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Paço do Lumiar, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Inês, São João dos Patos, São Luís, Viana e Timon.

Todas as crianças contempladas pela campanha são vinculadas a instituições de ensino da rede pública ou instituições sem fins lucrativos, como é o caso da União de Moradores do Pau Deitado, em Paço do Lumiar, que recebeu a visita do Papai Noel dos Correios no dia 13 de dezembro. As cartinhas de 504 crianças ligadas à união de moradores foram adotadas pelas pessoas que foram às agências dos Correios Central (Praça João Lisboa) e Shopping do Automóvel, em São Luís. No total, foram 33 instituições atendidas em todo o estado.

“A Campanha Papai Noel dos Correios é o compromisso de todos os anos que nossa empresa tem com as pessoas, principalmente aquelas que mais precisam. E todos os anos vemos crianças que recebem como único presente de Natal aquele que entregamos graças às doações que recebemos da sociedade”, enfatizou o superintendente estadual dos Correios, Ricardo Melo Sousa Barroso.

São pessoas, como a promotora de justiça Emanuella Bello, que dedicam um pouco de sua atenção para fazer uma criança mais feliz. “Iniciativas como essa podem mudar a vida dessas crianças, mudar a forma como elas veem o mundo e a importância de ajudar ao próximo”, explica Emanuella, que participou da Campanha Papai Noel dos Correios por meio da parceria com o Ministério Público do Estado do Maranhão. “O Ministério Público é uma instituição que tem como missão proteger e ajudar a sociedade e é por isso que abraçamos todos os anos a Campanha Papai Noel dos Correios, para proteger e ajudar essas crianças”, completou.

Entregar um presente simples como uma boneca pode parecer pouco, mas a diretora da escola Araripina de Alencar Fecury, da rede municipal de São Luís, Romany Fernandes, falou sobre a importância da campanha para as crianças e suas famílias, que são carentes e não têm condições de comprar presentes. “Vocês não tem noção de como a escola fica nas vésperas do Papai Noel chegar. Pra essa criançada, uma boneca sem perna e um carrinho sem roda já é muito, imagina ganhar o brinquedo que eles pediram. É uma comunidade muito carente. Eu agradeço muito aos Correios”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.