Maranhão registra 11º mês consecutivo de crescimento no mercado de trabalho

Segundo dados do Novo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o Maranhão registrou saldo positivo de 1.429 empregos formais em novembro de 2023. Esse é o décimo primeiro mês consecutivo de crescimento no mercado de trabalho. O resultado decorre da diferença entre 19.829 admissões e 18.400 desligamentos.

A publicação Mercado de Trabalho Maranhense, elaborada pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), divulgada nesta terça-feira (9), evidencia o saldo positivo de empregos em três setores: Comércio (+1.025 vínculos), Serviços (+821 vínculos) e Indústria (+125 vínculos). E, também, o saldo negativo nos setores da Construção (-431 vínculos) e da Agropecuária (-111 vínculos).

O Comércio destacou-se como o principal contribuinte para o crescimento das ofertas de emprego, impulsionado pelas atividades de “Comércio Varejista de Artigos do Vestuário e Acessórios” (+295 vínculos) e “Comércio Varejista de Calçados” (+132 vínculos), com maior concentração em São Luís. Por outro lado, a construção civil e a agropecuária registraram queda no número de empregos formais em novembro, devido às chuvas e ao período de entressafras dos grãos.

Aponta-se ainda que as ocupações que registraram maior desempenho no mercado de trabalho foram: Vendedor de Comércio Varejista (+414), Motorista de Carro de Passeio (+132), Assistente Administrativo (+129), Servente de Obras (+128) e Operador de Telemarketing Ativo e Receptivo (+126).

Os maiores registros de empregos formais por município foram identificados em São Luís (+837 vínculos), Grajaú (+167 vínculos), Imperatriz (+125 vínculos), Caxias (+78 vínculos) e Santa Inês (+68 vínculos). Por outro lado, os municípios que registraram o maior número de demissões foram: Balsas (-173 vínculos), Campestre do Maranhão (-110 vínculos), São Raimundo das Mangabeiras (-79 vínculos), Godofredo Viana (-45 vínculos) e Aldeias Altas (-42 vínculos).

No acumulado do ano, o Maranhão obteve um saldo positivo de 25.732 empregos formais, sendo o quarto maior resultado no Nordeste. Com esses números adicionais de vínculos, o número total de maranhenses com empregos formais ativos atingiu a marca de 604.584.

A publicação completa está disponível no site do Imesc: www.imesc.ma.gov.br.