Mais conectividade nos Terminais da Ponta da Espera e Cujupe

Uma nova era de conectividade se inicia para os maranhenses, com a introdução de serviços móveis nos Terminais da Ponta da Espera e Cujupe, principais pontos de acesso à capital, via ferryboat. Este marco é resultado de uma colaboração entre a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), o Governo Estadual e o Governo Federal, por meio do Ministério das Comunicações. 

Atendendo a essa demanda, a TIM, operadora de telefonia, anunciou o compromisso de implementar infraestrutura de rede móvel nos dois terminais, com o intuito de aprimorar a conectividade dos passageiros que utilizam as balsas para suas travessias. A parceria beneficia mais de 1,8 milhão de passageiros e aproximadamente 330 mil veículos que anualmente utilizam os serviços de transporte de ferryboat. A previsão que o projeto seja finalizado até 20 de outubro.       

Na ocasião, estarão presentes o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, o governador do Estado do Maranhão, Carlos Brandão, e representantes da TIM. 

Em Cujupe, também conhecido como Porto do Cujupe, a operadora ativará a cobertura 4G e, em breve, também disponibilizará a rede 5G.  Ambos os terminais, administrados pelo Governo do Maranhão por meio da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), têm sido foco de contínuos investimentos, tais como: a duplicação de rampas e passarelas e a restauração dos taludes dos terminais.

A nova conectividade beneficiará muitos usuários. Apenas no ano de 2022, mais de um milhão e setecentas mil pessoas, além de 300 mil veículos, cruzaram a Baía de São Marcos por meio desses dois terminais. Com a nova infraestrutura, os passageiros poderão desfrutar de uma experiência digital aprimorada durante a travessia, com acesso a serviços de internet, redes sociais, entretenimento e comunicação contínua.    

INCLUSÃO DIGITAL

Como parte do projeto de conectividade, o Governo Federal, por meio do Ministério das Comunicações, também anunciará uma parceria com o governo do Maranhão, via EMAP, para a instalação dos Pontos de Inclusão Digital (PDI’s) nos terminais. 20 computadores ficarão disponíveis, de forma gratuita, os usuários do Sistema Aquaviário.◀