Instalação da Promotoria Distrital no campus da Uema é tema de reunião

Na manhã desta terça-feira, 26, uma equipe de membros e servidores do Ministério Público do Maranhão se reuniu com o reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Gustavo Pereira da Costa, na sede do Campus Paulo VI, em São Luís, para tratar sobre a proposta de cessão de um terreno para implantação da Promotoria de Justiça Distrital da Cidade Operária.

Os promotores de justiça José Márcio Maia Alves (Secretaria para Assuntos Institucionais) e Joaquim Ribeiro de Souza Júnior (Promotoria de Justiça Distrital) participaram da reunião e foram acompanhados pelos servidores Júlio César Guimarães (Diretoria Geral), Luiz Alberto Heluy Rodrigues (Assessoria do PGJ), Alberto Filho e Gilberto Mouchereck (Coordenadoria de Obras, Engenharia e Arquitetura).

A pró-reitora de Infraestrutura, Fabíola Oliveira, apresentou a localização do terreno disponível para instalação da Promotoria Distrital na universidade. A proposta é que, após aprovação da cessão, a equipe do MPMA desenvolva projeto arquitetônico de acordo com as especificidades do espaço e a necessidade de garantir o acesso da comunidade por dentro do campus e também pelo lado externo.

“Sabemos que a Uema é um espaço de referência para a Cidade Operária e comunidades vizinhas. A instalação da Promotoria Distrital no campus, além de facilitar o acesso dos moradores, vai nos permitir trabalhar, com maior direcionamento nas questões de direitos humanos”, avaliou o promotor de justiça Joaquim Souza Júnior.

Gustavo Pereira da Costa explicou que existe uma política de ocupação do campus considerando as demandas internas, mas também leva em conta as demandas de instituições que prestam serviços às comunidades vizinhas. “A cooperação institucional e a integração são indispensáveis. Vamos trabalhar juntos para poder atender as comunidades do entorno”.

O reitor explicou que, após formalização do Ministério Público, o pedido será submetido ao Conselho de Administração da Uema para autorizar a cessão do terreno. “É importante estreitar o relacionamento com o MP. O trabalho será muito bom. A ideia é que o campus seja um ponto de convergência”, destacou.

Ao final da reunião, José Márcio Maia Alves agradeceu a Uema pela colaboração com o Ministério Público. “Agradecemos pela parceria para que possamos desenvolver esse trabalho, focado na população com maior vulnerabilidade social, desenvolvido pela Promotoria Distrital. É um avanço para toda a sociedade”, concluiu.

O diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais (Secinst) aproveitou a oportunidade para reforçar o pedido de parceria técnica com a Uema para que a instituição de ensino colabore com a realização de perícias técnicas que servirão de base para ações do MPMA.

Também participaram do encontro a diretora do curso de Direito, Jaqueline Demetrio, e o procurador jurídico da Uema, Adolfo Testi.