Inovação tecnológica e social são destaques na 2ª edição do Convergência

Iniciou nesta segunda-feira (1º/4), a segunda edição do Convergência, um dos maiores eventos de inovação no setor público, no Sebrae Multicenter – Centro de Convenções Governador Pedro Neiva de Santana. O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), por meio do Laboratório de Inovação – ToadaLab, apresentou nesta terça-feira (2/4), a palestra vencedora do 2º Prêmio Convergência, com o tema “Jornada de Inovação: Desafios e Oportunidades na Gestão de Laboratórios de Inovação do Judiciário“.

A iniciativa é uma realização fruto da parceria entre a Conexão Inovação Pública, Sebrae-MA e Rede de Inovação pelo Maranhão (RIMA), que adota mecanismos de colaboração para impulsionar a cultura da inovação no exercício de atividades administrativas e no cumprimento das missões institucionais, integrada pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-16), Governo do Estado, Ministério Público Estadual (MPMA), Defensoria Pública estadual (DPE) e Academia Maranhense de Ciências.

Na abertura do evento, o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Maranhão (CDE-MA), Celso Gonçalo de Souza, falou sobre a importância dos setores público e privado no desenvolvimento do país. “ O setor público depende do setor privado, assim como o setor privado depende do público. É essencial trabalharmos juntos para impulsionar o desenvolvimento nacional. Essa cooperação é fundamental para melhorar as condições econômicas e sociais do país”, enfatizou. 

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Paulo Velten participou da cerimônia e destacou a necessidade de que a inovação tecnológica e social caminhem juntas a ponto de construírem uma ‘sociedade do futuro’, capaz de conviver com diferenças de forma harmoniosa na verdadeira diversidade.  

Ainda em sua fala, o desembargador frisou a importância de investir em inovação a fim de que os talentos disponíveis, tanto na iniciativa privada quanto no setor público, tenham a possibilidade de ter seu trabalho reconhecido e possam contribuir para inovação e modernização da sociedade. 

Em seguida, o corregedor do Tribunal Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), desembargador José Gonçalo Filho, ressaltou que o evento é fruto da colaboração de vários órgão públicos e iniciativas privadas em prol do desenvolvimento e da transformação. “ Este evento também tem um forte caráter solidário com ações de doações para instituições e projetos sociais, demonstrando nosso compromisso com o bem-estar das comunidades”, realçou.

A programação que segue até o 3 de abril  conta com palestras, oficinas, o 1º encontro de redes de inovação no setor público, exposição de imagens criadas com inteligência artificial, cerimônia do Prêmio Conexão Inova, oficina de criação de prêmios de inovação, oficina de desafios de inovação para municípios, atividades culturais e muita conexão entre os participantes.

PALESTRA TOADA LAB

Nesta terça-feira (2/4), o coordenador do ToadaLab, juiz Ferdinando Serejo, e a servidora Luanda Santos apresentaram a “Jornada de Inovação: Desafios e Oportunidades na Gestão de Laboratórios de Inovação do Judiciário“.

A palestra pontuou o papel, funcionamento e desafios do Laboratório de Inovação do TJMA, que busca fomentar a cultura da inovação no âmbito do Poder Judiciário; estimular e apoiar ações para o aprimoramento da qualidade dos serviços do judiciário; realizar ações de prospecção para a inovação; estimular e apoiar ações para o aprimoramento da qualidade dos serviços públicos, desenvolvimento de soluções e revisão de processos de gestão; fomentar a inovação aberta e criar uma estrutura para Inovação. “O que queremos para ficar na cabeça dos nossos servidores e das pessoas da sociedade é que se tem uma ideia ou um problema, podem chamar o ToadaLab que vamos tentar ajudar”, explicou o juiz Ferdinando Serejo. 

Eles apresentaram também o modelo de atuação do Laboratório, com uma equipe fixa de servidores(as), equipe de laboratoristas, estrutura física própria para realização de capacitações, rodas de conversa e desenvolvimento de soluções. “Por exemplo, um ofício do laboratório de inovação para a presidência pediu a possibilidade de instalação de uma estação de carregamento de veículo elétrico no Fórum para servidores e a sociedade, que foi deferido e vai acontecer, foi uma provocação que surgiu no laboratório de inovação. Então, essa ideia de ser um lugar em que você possa ter ideias diferentes e ver se elas vão acontecer”, citou.

Entre os desafios, o juiz Ferdinando Serejo e a servidora Luanda Santos indicaram a cultura organizacional resistente a mudanças; limitação de recursos; limitação de conhecimento especializado; resistência à tecnologia e gestão de pessoas e do Laboratório. 

O EVENTO 

O Convergência é um dos maiores eventos de inovação com foco no setor público brasileiro. Seu objetivo é proporcionar um espaço de trocas de experiências e conexões entre pessoas interessadas em temas relacionados à inovação no setor  público.