Governo inicia programação do Setembro Amarelo com plantio de mudas no Parque do Rangedor

O simples gesto de plantar uma muda de árvore pode simbolizar a crença em um futuro mais cheio de vida. Foi com essa singela ação no Parque do Rangedor que o Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), deu início à programação organizada para o Setembro Amarelo. Com programação planejada para todo o mês, o objetivo é promover o autocuidado e a valorização do indivíduo e suas subjetividades. 

“Temos registrado o aumento dos problemas que afetam a saúde mental dentro da nossa sociedade. Tanto que durante o ponto mais crítico da pandemia, todos as salas de prédios empresariais pararam as suas atividades, menos os consultórios de psicologia. O plantio dessas mudas representa o florescer, e, ao mesmo tempo, uma resposta ao que vivenciamos como renovação de forças e recomeço”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. 

A cerimônia, realizada ao ar livre, na Praça do Amor, localizada dentro do Parque do Rangedor, contou com a presença de coordenadores e profissionais de saúde que atuam nas unidades de Saúde Mental da SES, além de representantes das secretarias de Segurança Pública (SSP) e da Educação (Seduc) e do Ministério Público do Maranhão (MPMA). Na oportunidade, foi feito o plantio de mudas de Ipê, que também deverá ser repetido em pontos espalhados por toda a capital.

De acordo com a chefe do Departamento de Saúde Mental da SES, Isabelle Rêgo, para este ano a campanha foi planejada de forma ampla e com foco voltado para semear bons hábitos e valorização da vida. “Este ano, o nosso tema é ‘É hora de mudar, amar e cuidar da vida’, e pretendemos algo para além da saúde mental. Diante do atual cenário, temos priorizado debates sobre a saúde emocional e a gerência dela, até porque o isolamento é social, mas não isolamento de afetos e comunicação”, pontuou. 

Juntamente com a proposta de trazer atenção para o bem-estar psicológico e emocional da população, a campanha deste ano também aborda a prevenção da automutilação e suicídio. Dessa forma, estão previstas mobilizações que possibilitem reverter os efeitos e agravos gerados pelo cenário de pandemia, enfatizando o autocuidado, atenção às necessidades integrais do ser humano (físicas, emocionais, mentais e espirituais).

Presente na solenidade, a promotora de justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Direitos Humanos e do Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, Cristiane Lago, destacou a iniciativa como um ato pró-vida. “O suicídio é considerado pela Organização Mundial de Saúde uma questão de saúde pública, pois se trata de um tema complexo e que exige ações multidisciplinares. O plantio de mudas sinaliza tanto a importância da vida como a arborização da cidade, fundamental para uma vida mais plena”, enfatizou. 

Atualmente, a SES conta com 7 unidades destinadas ao tratamento em Saúde Mental, que juntas elas formam o Complexo Nina Rodrigues. São elas: Hospital Nina Rodrigues (HNR), Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD Estadual), Centro de Atenção Psicossocial “Dr. Bacelar Viana” (CAPS III), Unidade de Acolhimento Adulto (UAA). Também fazem parte três residências terapêuticas. 

Programação

A programação organizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) inclui a Webpalestra ‘Possíveis Estratégias de prevenção a automutilação e suicídio na atenção básica’, via plataforma Telessaúde UFMA, na quinta-feira (16), às 15h; o plantio de mudas no Terreiro Nossa Senhora da Vitória Cajupe, no São Raimundo, no sábado (19), às 9h.

Até o fim do mês acontecem ainda o Webinário Estadual: ‘É hora de mudar, amar e cuidar da vida: semear bons hábitos e valorizar a vida’, via plataforma Google Meet, no dia 21 de setembro; a Webpalestra: ‘Juventude ligada semeia bons hábitos e valoriza a vida’, no dia 25, às 15h, via plataforma Telessaúde UFMA; o Seminário Estadual de Prevenção ao Automutilação e ao Suicídio, via plataforma Google Meet, no dia 29; e Minicursos ‘Experiências exitosas em Saúde Mental’ via plataforma Google Meet, no dia 30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.