.

Governo do Estado vai levar professores da rede pública para intercâmbio em Portugal

Quarenta e sete professores de instituições de ensino público do Maranhão irão participar durante um mês de intercâmbio de formação nas cidades de Porto e Coimbra, em Portugal, onde farão imersão se capacitando nas áreas de Robótica, Metodologias Ativas e Tecnológicas Educacionais. Esta é uma iniciativa inédita do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). Na noite de segunda-feira (30), a Fundação promoveu reunião com os docentes contemplados no edital Professor Cidadão do Mundo para tirar dúvidas e orientá-los sobre a viagem e a permanência em Portugal durante o intercâmbio.

Eles começam a embarcar no dia 28 de junho. Em julho iniciam as aulas presenciais de Metodologias Ativas e Tecnologias Educacionais Digitais, na Universidade de Coimbra, e Robótica, no Instituto Politécnico do Porto. Concorreram ao edital docentes da Educação Básica, Educação Profissional e Tecnológica com vínculo empregatício efetivo com instituição de ensino pública do Maranhão. Na reunião, todos os contemplados puderam tirar dúvidas sobre a estada em Portugal. 

A reunião de alinhamento foi aberta pelo diretor-presidente da Fapema, André Santos, que estava acompanhado do diretor Cientifico da Instituição, João Batista Bottentuit, e do coordenador de Inovação, Mauricio Sá. Também participaram da reunião on-line: a secretária de Estado da Educação (Seduc), Leuzinete Pereira da Silva; e o secretário adjunto de Recursos Humanos, Thiago Durans.

André Santos destacou que o Professor Cidadão do Mundo é mais uma iniciativa do Governo do Estado no sentido de garantir mais oportunidade para professores e alunos da rede pública. “O edital integra o programa Cidadão do Mundo que já levou dezenas de estudantes para fora do país para intercâmbio com foco em idiomas estrangeiros. “Ampliando essa ação, em uma iniciativa inédita, o Governo do Estado leva 47 professores para Portugal para se qualificarem e ao voltarem para o Maranhão replicarem esse conhecimento”, destacou André Santos.

Ele acrescentou que, com a iniciativa, o governador Carlos Brandão mostra o compromisso em cada vez mais investir na qualificação dos professores e de melhorar a qualidade do ensino ofertado na rede pública. Entre os contemplados no edital estão professores da rede estadual, municipal e do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) dos municípios de São Luís, Codó, Imperatriz, São José de Ribamar, Matões do Norte, São João dos Patos, Grajaú, Timon, Santa Inês, Buriticupu, Itapecuru-Mirim, Pinheiro, Carolina, Barra do Corda, Caxias, Água Doce do Maranhão, Lago do Junco, Santa Rita e São Raimundo das Mangabeiras.

A secretária da Seduc, Leuzinete Pereira, expressou alegria pela conquista dos professores e destacou a importância do programa Professor Cidadão do Mundo, para possibilitar novas oportunidades aos profissionais da educação.

“Estou muito feliz com a realização desse edital. O programa que foi iniciado pelo governador Flávio Dino, levando jovens para o exterior para viver uma experiência extremamente enriquecedora, agora é ampliado para os profissionais da educação e o desejo do governador Carlos Brandão é dar continuidade às ações de valorização dos profissionais da educação, para  fortalecer o ensino em todo o estado. Portanto, há uma perspectiva de que no próximo ano seja estendido para mais profissionais e a Secretaria de Educação está disponível para apoiar naquilo que for necessário”, afirmou a secretária Leuzinete Pereira.