FIEMA apoia o Programa “Diálogos Exporta Mais Brasil” no Maranhão

SÃO LUÍS- O evento “Diálogos Exporta Mais Brasil”, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), teve como finalidade apresentar oportunidades do comércio exterior para empresários brasileiros do setor de couros e curtumes. A abertura foi na segunda-feira (01/04), no auditório do Palácio Henrique de La Roque, em São Luís.  O vice-presidente executivo da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) e presidente do Centro das Indústrias do Estado do Maranhão (CIEMA), Cláudio Azevedo, representou o presidente da Federação e o setor industrial durante a cerimônia.

O Exporta Mais Brasil conecta o comércio exterior a empreendedores de todo o país, sendo composto por dois momentos: Diálogos Exporta Mais Brasil e Rodadas de Negócios. Ambos estão sendo realizados nesta terça-feira (02), na Casa da Indústria Albano Franco, sede do Sistema FIEMA.

O presidente da ApexBrasil, Jorge Viana, explicou que o Exporta Mais Brasil está com foco no Norte e Nordeste para que essas duas regiões possam exportar mais, tendo em vista a capacidade que ambas possuem. “O Maranhão tem peculiaridades extraordinárias. Ele é um pouco da Amazônia, do Centro-Oeste e é muito do Nordeste. E essa característica só o Maranhão tem. Tem um porto extraordinário, tem portos de empresas privadas, tem ferrovias, tem uma localização extraordinária. Tudo conspirando para se tornar um grande exportador”, ressaltou.

Claúdio Azevedo destacou o potencial que o Maranhão possui para a exportação. “Com 125 bilhões de Produto Interno Bruto, em 2021, o Maranhão é a 4ª economia do Nordeste. Em 2023, respondeu por uma exportação de 5 bilhões e 600 milhões de dólares, sendo o 12º colocado no mercado nacional em termos de exportação, evidenciando, assim, o grande potencial que nós temos aqui no estado. Somos o 2ª maior rebanho bovino do Nordeste com cerca de 10 milhões de cabeças. Esse evento nos anima a buscar muito mais, porque o Maranhão é um dos poucos estados brasileiros que tem conseguido manter por vários anos uma taxa média de crescimento econômico maior que a do Nordeste”, afirmou.

A programação da abertura contou com o lançamento oficial do Núcleo PEIEX no Maranhão (Programa de Qualificação para a Exportação), painéis sobre rodadas de negociações na cadeia de couro e curtumes e orientação de técnicos da área para fomentar a cultura exportadora do estado, entre outros temas.

No município de Governador Edson Lobão está localizado o polo coureiro do Maranhão. Em seu discurso, o governador do Maranhão, Carlos Brandão, ressaltou a importância de investir e capacitar o setor para o seu crescimento e reconhecimento no mercado. “Com indústrias de beneficiamento de couro no estado, agregaremos valores, emprego e renda, além de realizar exportações”, concluiu.

Com apoio da FIEMA e do Governo do Estado, o evento contou com a presença da coordenadora do Centro Internacional de Negócios, da FIEMA (CIN), Camila Belo, autoridades públicas, entidades de classe e representantes da ApexBrasil.