Equipe do Hospital Regional de Balsas orienta mães sobre importância da amamentação

Como parte da programação do Agosto Dourado, usuárias da maternidade instalada no Hospital Regional de Balsas estão recebendo informações sobre aleitamento materno repassadas pela equipe de enfermagem da unidade de saúde. Com a ação, 20 pacientes internadas no Alojamento Conjunto (Alcon) da maternidade já puderam tirar dúvidas sobre os benefícios do aleitamento materno, alguns mitos relacionados à prática da amamentação e a forma correta de promover a mamada do bebê. 

“A abordagem serviu para tirar dúvidas, perguntar se elas já haviam recebido orientações no período do pré-natal, informar sobre o tempo necessário para amamentação exclusiva, a posição correta, o valor dos nutrientes e os benefícios futuros no desenvolvimento fisiológico, emocional e até no aprendizado dos bebês”, explicou a enfermeira Naiara Coelho Lopes. 

O leite materno é grande fonte de nutrição e vínculo entre mãe e filho. Durante a ação, a enfermeira orientou que a primeira mamada do bebê é importante para a organização e proteção da flora gastrointestinal, evitando complicações relacionadas à intolerância alimentar, imunidade, o crescimento do corpo e o desenvolvimento como um todo da criança. Esse primeiro líquido tem o nome de colostro. 

“Cada criança tem ritmo próprio de amamentação e não é um padrão a alternância das 3 horas entre uma mamada e outra. É fundamental que a lactante tenha conforto emocional e que esteja posicionada da forma correta, porque a produção do leite é ativada pela prolactina, um tipo de hormônio liberado no período da gestação. O bebê deve consumir somente leite materno até os primeiros 6 meses. Depois dessa etapa, deve ser incluído outros tipos de alimentação, porém, é bastante recomendado o aleitamento até os 2 anos completos”, acrescentou a enfermeira. 

As atividades no Hospital Regional de Balsas, administrado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), seguem até dia 27 de agosto com orientações e palestras para as gestantes e puérperas internadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.