Educação priorizada pelo Governo do Estado receberá novas unidades

No mês dos professores, o Governo do Maranhão inaugura 15 escolas, contemplando municípios em todo o Estado. São novos prédios e ações de reforma, ampliação e reestruturação de unidades, que antes eram precárias e não favoreciam o aprendizado. Em homenagem ao Dia dos Professores – 15 de Outubro – o governo Flávio Dino reforça o compromisso com a melhoria da educação pública, garantindo a milhares de estudantes um ensino com qualidade e digno. 

Parte do pacote de obras na educação integra o macro programa estadual Escola Digna. O programa vem transformando escolas, de barro e palha, em prédios estruturados de alvenaria e com os devidos materiais para o ensino. Entre estas, a Unidade Escolar Manoel Batista – Anexo, na cidade de Raposa. A escola possui duas salas de aulas e demais dependências, para atender aos 22 alunos da comunidade do Canto, na Ilha de Curupu. 

Em Água Doce do Maranhão, foi inaugurado o Centro de Ensino Vereadora Neide Costa. O prédio foi reformado e ampliado para atender mais de 470 alunos da região. Na lista de melhorias na nova escola estão alvenaria e divisórias, cobertura, mármores e granitos, pavimentação, pintura geral e climatização. Em Porto Rico, foi entregue o Centro de Ensino José Ribamar Ewerton, que atende 251 alunos. O prédio recebeu, entre outros, serviços de alvenaria, cobertura, novas instalações elétricas/sanitárias e climatização.

Na Grande Ilha, as escolas reestruturadas vão somar no plano de reestruturação do ensino. Este mês, o governador entrega o Centro de Ensino Vicente Maia (São Luís – Anjo da Guarda), que atende 803 alunos (lá será entregue só a quadra). Entre a série de melhorias na infraestrutura, o prédio teve a quadra reformada. No Centro Educa Mais Ribeiro do Amaral (São José de Ribamar), as ações de reforma e ampliação vão beneficiar 418 alunos. 

Ainda na capital, o Centro Educa Mais Profª. Margarida Pires Leal (São Luís -Alemanha) ganhou novo refeitório, pintura, climatização, entre outros, beneficiando os 350 alunos da unidade (essa parte eu desconheço…só sei da construção do refeitório). “Nossa meta é ter prédios próprios e adequados de Ensino Médio em todos os municípios do Maranhão; algo que se faz de forma gradativa e que estamos fazendo”, destacou o governador Flávio Dino em solenidade de inauguração.

Ampliando a rede de Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), mais uma unidade foi implantada, contemplando o município de São Vicente Férrer. A escola possui 12 salas de aula, seis laboratórios, auditório com 198 lugares, quadra poliesportiva coberta e outras benfeitorias. O prédio conta ainda com estação de tratamento de esgoto, que tem capacidade para tratar até 95% dos efluentes. E ainda, a unidade IEMA Bilíngue, no bairro Bequimão, na capital. 

“O planejamento de Governo, pela educação, prioriza o ensino de qualidade, igualitário, com estrutura e digno para todos os maranhenses. É o reconhecimento ao professor, respeito aos alunos e valorização da escola pública”, pontua o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão. 

As outras escolas do cronograma de entregas em outubro são EM Santa Luzia (Aldeias Altas), Centro de Ensino Gonçalves Dias (Altamira do Maranhão), Centro de Ensino Joaquim Soeiro de Carvalho (Barreirinhas), Centro de Ensino Newton Neves (Timbiras), Centro de Ensino Frei João Rodrigues Moreira (Lagoa Grande do Maranhão), UE Vila Eliete e UE Lino Coutinho (Santa Luzia). 

Ao longo de pouco mais de cinco anos, a gestão Flávio Dino realizou cerca de mil obras, entre reformas, ampliações, construções e revitalizações de prédios escolares, além de inúmeras outras melhorias, por meio do programa Escola Digna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.