O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

“É o maior presente do mundo”, diz paciente renal crônica após entrega do Centro de Hemodiálise de Balsas

“Um sonho realizado. Não apenas para mim, mas também para outras pessoas que agora não precisarão mais ficar distantes de suas famílias. Isso é um presente de Deus para as nossas vidas”. Foi o que disse Alessandra Castro, de 42 anos, paciente renal crônica há 4 anos. Ela, assim como outros que sofrem de insuficiência renal, é um dos vários pacientes beneficiados com o Centro de Hemodiálise de Balsas, entregue pelo Governo do Estado, nesta sexta-feira (19). 

Durante a solenidade online de inauguração, o governador Flávio Dino destacou que o equipamento honra mais um compromisso com a gestão na Região Sul. “A história do Hospital Regional de Balsas mostra que tínhamos antes um cenário de negação de direitos, um vazio assistencial e, hoje, temos o pleno funcionamento da unidade, com conquistas que são as mais valiosas e perenes que um governo pode ter, ou seja, salvar vidas”, afirmou Flávio Dino.

A unidade integra a rede de nefrologia da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e conta com 10 máquinas de diálise. Com capacidade para atender 60 pacientes, sendo 30 por dia, o novo espaço funcionará em três turnos, sempre de segunda a sábado. No Centro de Hemodiálise, os pacientes serão acompanhados por médicos e receberão atendimento multiprofissional. 

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressalta que o Centro de Hemodiálise é uma grande conquista e um sonho antigo da região. “Podemos alcançar não apenas os pacientes de Balsas, mas também de outras 12 cidades, garantindo conforto, comodidade e qualidade de vida com o encurtamento de distância no deslocamento. A estrutura tem capacidade para receber ampliações, mas sabemos que o que está sendo entregue hoje já será mais do que impactante”, pontuou. 

Também presente na solenidade, o diretor geral do hospital, Eliabe Wanderley de Aguiar, enfatizou a assertividade da gestão estadual. “Temos a certeza de que estamos no caminho certo. A nossa missão aqui é cuidar bem de cada um daqueles que por aquelas portas entram”, disse. 

Expansão 

Em 2014, estavam sob gestão estadual 25 máquinas de diálise no Hospital Dr. Carlos Macieira (São Luís), com funcionalidade em turnos apenas. Em 2021, com a inauguração do Centro de Hemodiálise de Balsas, esse número passará a 288 máquinas na gestão do Governo do Estado, um aumento de 251 máquinas.  

Naquele ano, a capacidade instalada de atendimento da gestão estadual era de 100 pacientes. Com a abertura de novos serviços e ampliação de turno nas unidades já existentes, essa capacidade instalada aumentará para 1.728 pacientes.