Com formato online, semanas de Dança e Teatro estimulam inovação artística em tempos de pandemia

Acostumado aos palcos e ao contato direto com o público, o artista e professor de dança maranhense Leônidas Portella teve que se reinventar para enfrentar o isolamento social sem abandonar a arte. “Eu não era acostumado a lives, mas hoje eu to mexendo muito com a câmera, com o vídeo, com o celular, criando novos olhares, novas maneiras de composição da estética, da cena, da imagem”, conta Leônidas. 

Um dos artistas selecionados tanto na XIV Semana Maranhense de Dança quanto na XV Semana do Teatro no Maranhão (ambos realizados totalmente online em razão da pandemia da Covid-19), Leônidas Portella aproveita esses dois tradicionais eventos do calendário cultura maranhense para aprimorar a pesquisa que ele já vinha desenvolvendo ao longo do confinamento da quarentena.

“O maior desafio é a gente aceitar que as pessoas não estão te assistindo presencialmente, vendo o suor que você tá derramando e o que você tá produzindo com o seu corpo. O público agora está em outro lugar”, diz o artista. 

Iniciada no último dia 7 de dezembro, a XIV Semana Maranhense de Dança foi encerrada no domingo, dia 13, mesma data que marcou a abertura da XV Semana do Teatro do Maranhão, que conta com programação diária até o dia 20 de dezembro. Em ambas as mostras, Leônidas pode apresentar um pouco do projeto “Corpo Casa”, experiência em corpografia que o artista desenvolve para fundamentar sua dissertação no Mestrado em Artes Cênicas. 

“Eu trabalho com corpografia desde 2009, com utilização da arquitetura, do patrimônio cultural, material e imaterial. Venho trabalhando esse diálogo entre corpo e cidade já faz algum tempo, só que agora, devido à pandemia, eu fiquei só em casa, comecei a adaptar tudo que eu fazia na cidade, criando uma espécie de cidade dentro da minha própria casa”, pontua o artista. 

Na XIV Semana Maranhense de Dança, Leônidas Portella apresentou um workshop sobre a pesquisa. Já na XV Semana do Teatro no Maranhão, o artista vai contar como foi o processo criativo da experiência do “Corpo Casa” por meio de uma webinar.

Apesar do cenário adverso para os profissionais do teatro e da dança, Leônidas vê o momento com uma perspectiva positiva. 

“Eu participo da Semana de Dança e da Semana do Teatro desde as suas primeiras edições. Eu sempre estou participando. Para mim é importante que esses movimentos continuem mesmo com essa situação de isolamento porque isso faz com que os artistas se sintam pertencentes desse cenário. Apesar de tudo nós não podemos deixar de fazer”, avalia.  

A internet é o palcoCom formato online, semanas de Dança e Teatro estimulam inovação artística em tempos de pandemia

Para o gestor do Teatro Arthur Azevedo (TAA), Waldemir Nascimento, o formato online permite que os espetáculos de teatro e dança possam ser apreciados por um público ainda maior. 

“A internet se mostrou uma possibilidade muito grande de a gente atingir pessoas que antes não tinham acesso a espetáculos, a performances artísticas. Temos agora como base um parâmetro muito grande para fazer uma nova edição de uma forma híbrida. A gente torce e quer muito que em 2021 a gente possa fazer uma semana de forma presencial, mas pontuamos que a internet não será desvinculada das nossas mostras”, ressalta Waldemir. 

Realizada há 13 anos, a XIV Semana Maranhense de Dança contou com palestras, workshops e a Batalha de Danças Urbanas Negro Cosme em sua programação online. 

Já a XV Semana do Teatro no Maranhão conta com espetáculos teatrais, workshop e palestras, além da 24ª edição do Festival Maranhense de Teatro Estudantil (FEMATE) e da Mostra Luiz Pazzini, em homenagem ao ator e professor Luiz Pazzini, que faleceu em abril deste ano, vítima da Covid-19. 

Realizadas pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), as edições 2020 são marcadas pelo diálogo com a categoria, como explica o gestor do TAA, Waldemir Nascimento.  

“A comissão organizadora teve um desafio muito grande. No primeiro momento nós estabelecemos um diálogo. Esse diálogo aconteceu no ápice da pandemia e foi um momento que não tínhamos certeza que iríamos realizar a Semana. Mas começamos a ouvir os artistas, as sugestões e nós tentamos contemplar todas as sugestões”, explica Waldemir. 

Os vídeos da XIV Semana Maranhense de Dança podem ser assistidos no canal da Secma no YouTube (Cultura do Maranhão) e a programação da XV Semana do Teatro no Maranhão pode ser conferida no Instagram da mostra (@semanadeteatro2020).