O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Com atendimento digitalizado e ambiente descolado, Mais1 Café chega às cidades de São Luiz e Imperatriz

Com um robusto plano de expansão, a Mais1 Café, maior rede de cafés especiais do Brasil, dá continuidade aos projetos e abre mais 15 lojas no mês de janeiro, sendo duas delas na região Nordeste do país. As unidades serão implantadas nas cidades de São Luís e Imperatriz, ambas localizadas no Maranhão. 

A rede possui um cardápio de cafés quentes e gelados, feitos a partir de grãos de categoria especial. Para acompanhar, há ainda cinco opções de comidinhas, como cookies de chocolate, donuts, croissant, pão de queijo e pastel de Belém. O atendimento é automatizado e o pedido é feito e pago por meio de um totem ou app, que encaminha a solicitação diretamente para o barista.

Desde seu surgimento em dezembro de 2019, coincidindo nos meses seguintes com o início da pandemia, a marca vendeu mais de 400 franquias. Com operações simplificadas, de 12m² e 20m², e investimento inicial de R$135 mil, a expansão agressiva vai ao encontro da perspectiva da rede, que prevê um faturamento de R$ 110  milhões e 700 unidades até o final do ano.

Sobre Mais1 Café 

A Mais1 Café, maior rede de cafés especiais do Brasil, fundada em dezembro de 2019, pelos empresários Alan Parise, Vinícius Delatorre, Hilston Guerim e Gare Marques, nasceu com a proposta de ser uma franquia de cafeterias cujas operações se baseiam no conceito “to go”, que em livre tradução significa “para levar”. O objetivo é otimizar a experiência do cliente por meio de um atendimento totalmente personalizado e digitalizado. A rede oferece bebidas da mais alta qualidade em várias opções, desde o clássico coado até drinques gelados com café de grão especial. Para acompanhar as bebidas, o cardápio tem salgados e doces importados da Espanha e França que possibilitam diversas combinações para potencializar tal experiência. Atualmente, a Mais1 Café está presente em 17 estados e conta com mais de 400 unidades vendidas. Para o ano de 2022, a meta é chegar a 700 unidades e um faturamento de R$ 110 milhões.