Centro de Hemodiálise São Luís completa um ano e contabiliza mais de 17 mil sessões

“Aqui posso fazer o tratamento mais próximo da minha casa, o que melhorou muito a minha qualidade de vida. Os funcionários também são muitos atenciosos”, afirma o aposentado Bento Luís Lima, de 58 anos. Ele que foi diagnosticado com problemas renais há um ano e cinco meses, é morador da Vila Palmeira e conta que há um ano foi para o Centro de Hemodiálise de São Luís, transferido do Hospital Carlos Macieira, para realizar o tratamento de hemodiálise.

O Centro de Hemodiálise São Luís, unidade que integra a Rede Estadual de Saúde, completou, nesta quinta-feira (17), um ano de funcionamento, beneficiando, assim como seu Bento, centenas de pacientes que sofrem com doença renal crônica e necessitam de assistência para realizar sessões de hemodiálise.

Dispondo de 25 cadeiras de diálise e atendendo por mês 150 pacientes vindos de todo o Estado, a unidade conta com 70 profissionais e, desde o início do seu funcionamento, 229 pessoas já foram assistidas, totalizando 17.652 sessões.

Em comemoração à data, foi realizado na unidade um momento de confraternização. O secretário adjunto da Assistência à Saúde da SES, Carlos Vinícius, esteve presente na comemoração e destacou o empenho da Secretaria de Estado da Saúde para dar continuidade à ampliação dos serviços aos pacientes renais crônicos, mesmo durante a pandemia da Covid-19.

“Conseguimos ampliar o número de cadeiras de atendimentos de pacientes com doença renal crônica e isso nos dá uma sensação de dever cumprido. Ainda este ano, entregaremos uma nova estrutura de Centro de Hemodiálise no Maranhão. Já entregamos em Pinheiro, no mês de agosto, e pretendemos inaugurar ainda o Centro de Hemodiálise de Balsas, fortalecendo a Rede de Assistência Renal Crônica no Maranhão para esses pacientes”, afirmou o secretário adjunto Carlos Vinícius.

A diretora administrativa do Centro de Hemodiálise São Luís, Patrícia Ferreira, ressaltou a importância da unidade que atende pacientes vindos de todo o Estado. “Aqui nós procuramos trabalhar com amor, cuidamos da higienização, da alimentação e dos exames dos nossos pacientes. Dentro da unidade nós dispomos de um ambulatório, além das parcerias com diversas unidades, a exemplo do Centro de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir), onde os nossos pacientes fazem o tratamento dentário”, pontuou a diretora Patrícia Ferreira.

Há um ano, o atendimento oferecido no local tem proporcionado melhor qualidade de vida a pacientes como dona Maria da Conceição Tavares. A professora, de 62 anos, conta que realiza tratamento na unidade há quatro meses, por conta de um problema renal descoberto este ano. “Agora eu preciso fazer a hemodiálise três vezes por semana e o tratamento melhorou muito a minha qualidade de vida, pois antes de detectar a doença, eu vivia passando mal, inclusive desmaiando e depois que eu vim para cá a minha vida é outra. Aqui eu já fiz inclusive amizades, tenho minhas colegas que me tratam muito bem”, acrescenta a professora. 

Sobre o Centro

Inaugurado no dia 17 de setembro de 2019 pela gestão do governador Flávio Dino, o Centro de Hemodiálise São Luís funciona em três turnos, de segunda a sábado. Instalado na Rua Castro Alves, no Monte Castelo, atrás do Hospital Nina Rodrigues, a unidade é gerenciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). 

O Centro conta com consultório, sala de estabilização, implante de cateter, atendimento multiprofissional com nutricionistas e outros profissionais da saúde, farmácia, sala de nutrição para pacientes e acompanhantes e sala de esterilização de materiais. É composto por equipe formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais. Os atendimentos do Centro de Hemodiálise são regulados pela Central de Regulação de Diálise do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.