.

Câmara concede título de Cidadã Ludovicense à desembargadora do TRT

A Câmara de São Luís entregou, na manhã desta quinta-feira (10), o título de Cidadã Ludovicense para a desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 16ª Região, por iniciativa da vereadora Karla Sarney (PSD). O evento ocorreu no plenário da Casa, com transmissão ao vivo pelo canal no Youtube.

Ao iniciar os discursos da cerimônia, a vereadora Karla Sarney reiterou a importância da entrega do título para uma pessoa que desempenha um trabalho tão importante para o Maranhão.

“Esta é uma desembargadora que honra a classe feminina dentro do TRT e cuja atuação demonstra quão importante é que cada vez mais mulheres estejam em posições de comando. Essa honraria está sendo entregue a uma pessoa que, apesar de ter nascido no Rio, é praticamente maranhense e ama profundamente a nossa cidade. Seu trabalho é fundamental para que o Maranhão continue avançando”, disse.

A desembargadora Márcia Farias, ao se pronunciar, agradeceu o reconhecimento, reiterando que a entrega da honraria é a prova de que um gesto simbólico pode ter grande impacto concreto.

“Me sinto emocionada, pois São Luís me acolheu. Um povo que me abraçou e que vejo representado neste parlamento, por pessoas tão queridas. Quero, com este título, proclamar o meu amor por São Luís, pois, hoje, me sinto ludovicense de coração. Nesta cidade tive minhas maiores conquistas e fiz meus melhores amigos”, afirmou.

Márcia Andrea nasceu em 26 de setembro de 1969 no município de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, mas mudou-se para São Luís desde 5 de Janeiro de 1988. Graduada em

Direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), é mestre em Ciências Jurídicas pela Universidade Autônoma de Lisboa e Doutoranda em Ciências Jurídicas pela mesma universidade.

A homenageada foi presidente do TRT da 16º região no biênio de 2009/2011, presidente da Comissão de Concurso para Provimento de Cargos Efetivos do TRT da 16º região no ano de 2005, tendo assumido também a presidência da Comissão Permanente de da Corte em 2007. Ela também foi vice-presidente e corregedora do Tribunal no biênio 2007/2009.

Márcia Andrea foi membro da Comissão de Uniformização de Jurisprudência do Trabalho, conselheira do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, ouvidora do TRT entre os anos de 2015/2017, diretora da Escola Judicial no biênio 2018/2019 e vice-presidente do Conselho Nacional das Escolas de Magistratura do Trabalho (Conematra) no biênio 2018/2019.