AGED/MA prepara normativo sobre a frequência de análises microbiológicas dos produtos de origem animal

A Portaria que dispõe sobre a obrigatoriedade e a frequência de realização de análises laboratoriais da matéria-prima dos produtos de origem animal, da água de abastecimento interno e do gelo que entra em contanto com a matéria-prima quando o mesmo não for feito com a água de abastecimento do próprio estabelecimento foi o assunto abordado em videoconferência, esta semana, com os fiscais estaduais agropecuários da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA), responsáveis pelas fiscalizações de estabelecimentos que possuem registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE).

O objetivo foi tirar as dúvidas dos fiscais e fazer acréscimo de sugestões antes do normativo ser colocado, nesta semana, para consulta pública. A Portaria se aplica a todos os estabelecimentos registrados no SIE.

De acordo com a fiscal estadual agropecuária da AGED/MA, Viramy Marques, a portaria é referente às normativas de análises dos produtos das indústrias com SIE, ou seja, análises microbiológicas e físico-químicas. “A Portaria define as normas de quais análises microbiológicas e a frequência das mesmas. Essa é uma normativa para atender as exigências do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal, o SISBI-POA”, informou.A adesão do Maranhão ao SISBI, que confere ao SIE equivalência com o Serviço de Inspeção Federal (SIF), representa um grande avanço para que a agroindústria maranhense alcance o mercado nacional e o Serviço de Inspeção da AGED/MA esteja com o mais alto padrão de qualidade exigido pelo Ministério da Agricultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.