O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

7ª edição do Fórum Fale Sem Medo convida público a refletir sobre a violência contra a mulher no mundo virtual

Nesta quarta-feira (24), às 16h, será realizada a 7ª edição do Fórum Fale Sem Medo. Com o tema “Transformação em Tempos de Transição: a violência real do mundo virtual”, o evento on-line contará com a presença de especialistas que irão debater sobre o cenário atual das violências digitais e possíveis soluções. Além disso, será divulgada, com exclusividade, a pesquisa “Além do Cyberbullying: a violência real do mundo virtual”, realizada pelo Instituto Avon, braço social da Avon no enfrentamento à violência contra a mulher e na atenção ao câncer de mama, em parceria com a Decode, empresa especializada em ciência de dados, com o objetivo de mensurar a violência de gênero na internet. Para acompanhar o evento, que será gratuito e aberto ao público, basta acessar o canal do Instituto Avon no YouTube .

“O isolamento social, medida tão importante para conter o contágio por Covid-19 nos últimos dois anos, contribuiu para que todos estivéssemos ainda mais conectados à internet. Apesar de ter nos auxiliado em nosso dia a dia em nossas atividades profissionais e a manter nossas relações afetivas, mesmo que à distância, estarmos conectados mais frequentemente também intensificou a ocorrência de práticas violentas no ambiente virtual, como perseguições, bullying, vazamentos de conteúdos íntimos, assédios e ameaças”, explica Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon. “É um assunto que precisa ganhar mais espaço para que a sociedade como um todo possa entender os impactos negativos desses abusos na vida de milhares de mulheres e meninas. É de extrema importância que elas saibam reconhecer os sinais de abuso e como podem reivindicar seus direitos previstos na legislação brasileira diante dessas situações”, completa.

O evento será dividido em três painéis. O primeiro, chamado “Diálogos sobre dados”, contará com a presença de Beatriz Accioly, coordenadora de pesquisa e impacto no Instituto Avon; Mariana Valente, diretora do InternetLab e professora no Insper; e Barbara Paes, cofundadora do Instituto Minas Programam. Neste bloco, serão abordados os dados do levantamento inédito sobre cyberbullying, realizado entre 2019 e 2021 após a análise de mais de 80 milhões de perfis virtuais. A ideia é entender como o distanciamento social pode ter influenciado na violência de gênero que ocorre em ambientes virtuais.

Já o segundo painel, “Misoginia e tecnologia: intersecções nas redes”, tem o objetivo de auxiliar quem estiver assistindo a identificar situações de abuso que podem ocorrer no universo virtual e a entender como a legislação pode auxiliar nesses casos. Neste bloco, estarão presentes Regina Célia, gerente de causas do Instituto Avon; Lola Aronovich, professora da Universidade Federal do Ceará, pedagoga, blogueira e ativista; e Joana Varon, diretora executiva da Coding Rights. Por fim, o terceiro momento será uma palestra realizada por Erica Olsen-Shaver, diretora do Projeto de Safety Net na NNEDV (National Network to End Domestic Violence), com o intuito de retratar meios para que sobreviventes de violência e provedores possam enfrentar situações de violência on-line de maneira adequada e segura, com o auxílio da tecnologia.

Desde 2013, o Fórum Fale Sem Medo abre espaço para debates, articulações e apresentação de soluções relevantes relacionadas à violência contra mulheres através de especialistas, pesquisadores, ativistas, representantes da sociedade civil, empresas e setor público, formadores de opinião e personalidades brasileiras ou internacionais que atual na defesa dos direitos das mulheres.