75 artistas do Maranhão e do Pará compõem a Galeria Virtual do Arte em Cores

Foram meses de trabalho ao longo de 2023 até que 16 cidades do Maranhão e Pará tivessem suas paisagens transformadas por 75 murais artísticos. Também foram produzidos painéis coletivos de grande dimensão em Buriticupu, no Maranhão, e Belém e Parauapebas, no Pará. Todas as obras agora poderão ser vistas na galeria virtual do projeto pelo endereço arteemcores.art.br. Na plataforma, ainda é possível encontrar mais de 182 trabalhos de artistas maranhenses e paraenses já realizados dentro do projeto, desde a sua primeira edição, em 2020.

Com patrocínio do Instituto Cultural Vale, via Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, o projeto percorreu neste ano as cidades maranhenses de Açailândia, Alto Alegre do Pindaré, Arari, Buriticupu, Igarapé do Meio, Pindaré-Mirim, Santa Inês e São Pedro da Água Branca. Todas ganharam intervenções artísticas. O objetivo agora é dar maior visibilidade para as obras dos artistas participantes, ultrapassando barreiras físicas e de acesso por meio da plataforma virtual, valorizando a arte urbana e suas diversas expressões artísticas.

Os trabalhos desenvolvidos refletem o talento, a criatividade e as experiências coletivas dos participantes durante as atividades de formação. Os painéis criados reúnem técnicas como grafite, estêncil e colagem, entre outras.


A estudante Emily Leão, de São Pedro d’Água Branca, participou das duas últimas edições do projeto Arte em Cores. Para ela, ter imagens das obras que produziu compondo atualmente a galeria virtual é uma bela chance de projetar seu talento para que pessoas de qualquer lugar do mundo possam conhecer.

“Acho que não teria uma oportunidade parecida se não fosse pelo projeto. Só de pensar que tantas pessoas de diferentes lugares e regiões irão ter a oportunidade de ver minhas artes, isso já me traz muita satisfação. Esse acesso me deixa com um friozinho na barriga. Espero que o público goste e consiga sentir a energia da minha arte. Estou muito grata por isso”, afirmou.

Impulso

O Arte em Cores visa capacitar e promover artistas visuais, com recursos como videoaulas de artes e monitorias, além de incentivo financeiro para produção de obras de arte urbana. O projeto já realizou 182 painéis no Maranhão e no Pará. Para chegar a este resultado, foram promovidos chamamentos abertos a artistas dos municípios atendidos pelo projeto. Os artistas receberam subsídio financeiro para a aquisição de material para a produção dos murais, além de capacitação e aperfeiçoamento técnico.

Uma comissão de seleção elegeu os artistas, que passaram para a segunda etapa do Arte Cores, quando são elaborados os painéis coletivos. Em 2023, foram produzidos três: um em Buriticupu (MA), e outros dois no estado do Pará.

“O projeto já passou por 47 comunidades do Maranhão e do Pará, já teve a participação de cerca de 175 artistas, e é voltado para a arte em espaços públicos. Propõe a intervenção artística essencialmente em espaços públicos, executadas por artistas locais, dos municípios onde o Arte em Cores está sendo realizado a cada edição. O foco é a arte voltada para colorir as cidades e também para apresentar artistas locais para as comunidades onde eles vivem. Uma maneira de dar visibilidade e também democratizar a arte”, pontuou André Amparo, coordenador do projeto Arte em Cores.