190 do Maranhão agora recebe dados do app da Uber em tempo real para resposta mais rápida a emergências

A partir desta quinta-feira (1o.), usuários e motoristas parceiros da Uber no Maranhão passam a contar com a integração do botão “Ligar para a Polícia” do aplicativo com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), que reúne as instituições envolvidas no atendimento a emergências na área de segurança pública e defesa da cidadania em um mesmo local, por meio do telefone 190.

A integração tecnológica foi implantada após a assinatura de um termo de cooperação entre a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão e a Uber, em fevereiro deste ano. A partir de agora, toda vez que um usuário ou motorista parceiro da Uber usar o botão para ligar para a polícia por meio do aplicativo, o serviço de emergência vai automaticamente receber a localização em tempo real e as informações da viagem em que foi originada a chamada – incluindo dados do veículo, do usuário e do motorista. Isso permite uma resposta ainda mais rápida e precisa da força policial, sem que seja necessário quem fez a chamada transmitir essas informações verbalmente ao atendente, que receberá essas informações na tela do computador.

“Sabemos que, numa situação de emergência, todo segundo entre o chamado e a chegada da viatura ao local do chamado conta. Fazer com que os dados do veículo, dos usuários e principalmente a geolocalização do chamado cheguem diretamente na tela do operador é uma forma pela qual nossa tecnologia pode ajudar as forças de segurança a proverem uma resposta ainda mais rápida e eficiente, ajudando a tornar as viagens cada vez mais seguras”, destaca Leandro Segalla, gerente de Segurança Pública da Uber focado no relacionamento com autoridades policiais.

Informações precisas em tempo real – A ferramenta utiliza os sinais de localização disponíveis nos celulares e utilizadas na navegação do aplicativo, incluindo GPS e pontos de Wi-Fi, para determinar o posicionamento dos dispositivos de forma mais precisa. Além da localização em tempo real, o Ciops terá acesso aos detalhes da viagem em que o botão for acionado: placa, marca, modelo e cor do veículo, nomes do motorista e usuário, além do telefone.

A tecnologia que permite o envio dessas informações aos serviços de emergência é fornecida pela RapidSOS, empresa que desenvolveu a primeira plataforma de dados com essa finalidade no mundo. Essa plataforma liga os dados críticos de qualquer dispositivo conectado ou aplicativo móvel diretamente ao serviço local de resposta a emergências.

A integração com o 190 no Maranhão é a primeira do gênero feita pela Uber na região Nordeste e a segunda em todo o País – a primeira parceria foi realizada no estado do Rio de Janeiro. Mas esse tipo de integração tecnológica já é realizado em parceria com a RapidSOS em serviços de atendimento a emergências de mais de 1.200 cidades dos Estados Unidos, além de diversos estados no México, África do Sul e Canadá. A expectativa da Uber é que a integração seja expandida para todo o Brasil, em cooperação com as autoridades locais de cada estado.

Sobre a Uber
A missão da Uber é repensar a forma como o mundo se move, para torná-lo melhor. A empresa iniciou suas operações em 2010 para resolver um problema simples: como conseguir um carro ao toque de um botão? Mais de 25 bilhões de viagens depois, criamos soluções para colocar as pessoas mais perto de onde elas querem estar. Ao mudar a maneira como as pessoas, a comida e as coisas se movem ou se conectam pelas cidades, a Uber é uma plataforma que repensa novas possibilidades para o mundo.