10 dicas para aproveitar o inverno no Alentejo

Para quem quer curtir o inverno europeu, é hora de colocar um bom casaco na mala e embarcar em uma adorável viagem por terras alentejanas. O inverno no hemisfério norte – entre 21 de dezembro de 2022 e 20 de março de 2023 – reserva ótimas surpresas nos cenários pitorescos e encantadores do Alentejo, maior e mais autêntica região de Portugal. Confira dez dicas imperdíveis.

  1. Aproveitar o clima

Os dias de inverno no Alentejo são ensolarados com temperaturas amenas, mas nada do frio intenso como no restante da Europa. É possível se deparar com alguns períodos mais chuvosos também. Por isso, o ideal é investir em uma mala com roupas mais quentes, com casacos e calçados fechados.

  1. Fazer programas culturais

Se as temperaturas mais baixas fazem você querer se abrigar em locais fechados, aposte nos programas culturais. O Alentejo tem locais impressionantes para visitar, como a Catedral de Évora e a Capela dos Ossos, em Évora, o Forte de Nossa Senhora da Graça, em Elvas, e o Paço Ducal de Vila Viçosa. Além disso, há uma excelente oferta de museus muito interessantes, como o Museu da Tapeçaria, em Portalegre, ou o Museu de Évora.

  1. Conhecer o patrimônio histórico alentejano

Se quiser encarar o ventinho gelado e ver de perto o patrimônio histórico alentejano, há cidades e vilas que são verdadeiros museus a céu aberto e com construções magníficas, como Monsaraz, com suas ruas de pedra e o castelo no topo de uma colina, Marvão, com seu castelo de mais de 700 anos, entre outros lugares.

  1. Curtir atividades ao ar livre

Mesmo com as baixas temperaturas, os constantes dias de sol convidam para atividades ao ar livre. Uma ótima opção é explorar as planícies com campos de plantações que aguardam a mudança de estação durante a tarde. O passeio é a certeza de presenciar um deslumbrante pôr do sol.    

  1. Praticar esportes

Os amantes de esportes podem realizar um passeio de bicicleta, moto ou jipe para aproveitar as paisagens bucólicas que ganham um tom mais opaco durante o inverno, mas sem perder o seu charme. Também é possível praticar caminhadas. Cidades como Mértola, Beja, Alandroal e Serpa são os pontos mais procurados pelos visitantes para essas atividades.

  1. Provar a gastronomia

O clima frio e úmido também é perfeito para provar os pratos quentes típicos da culinária alentejana, como o ensopado de borrego – como é chamado o cordeiro com menos de um ano. Antes da adoção da carne de porco, era o carneiro que predominava na gastronomia regional, principalmente em ensopados, cozidos e guisados. É uma verdadeira iguaria, temperado com hortelã e ervas aromáticas.

  1. Visitar um olival

É nessa estação que se pode visitar os olivais centenários e ainda ver de perto o lugar onde os frutos são processados e dão origem ao azeite, parte fundamental da cozinha local. Entre as atividades mais comuns estão as visitas às herdades, onde é possível acompanhar todas as fases de produção desde o plantio e a colheita até o lagar, onde a azeitona é prensada, além de participar de degustações dos azeites e aprender as diferenças entre cada um deles.

  1. Degustar vinhos diferentes

Reconhecido como uma das principais regiões vitivinícolas do mundo, o Alentejo conta com processos curiosos de produção da bebida. Como é o caso do vinho Invisível, que apesar de branco é feito com as “lágrimas” das uvas tintas, gotas de suco que são tiradas sem esmagá-la nem usar a casca. Já na produção do vinho Conde D’Ervideira Vinho da Água, a bebida é submetida a um estágio de maturação em garrafas submersas no lago Alqueva, resgatando o processo chamado de “vinho da água”. E claro, o famoso vinho de talha, produzido seguindo conhecimentos milenares sem sofrer quase nenhuma modificação desde o Império Romano.

  1. Descobrir construções inusitadas

O Alentejo possui algumas construções bastante inusitadas, com histórias diferentes e curiosidades imperdíveis, como a Capela dos Ossos com paredes e pilares revestidos de milhares de ossos e crânios reais, e o Cromeleque dos Almendres, monumento megalítico com 95 monólitos de pedra dispostos em formato circular e em perfeito estado de conservação – mais antigo que o famoso Stonehenge, na Inglaterra.

  1. Desfrutar de hotéis charmosos

A oferta hoteleira do Alentejo é excelente e garante muito conforto e comodidade aos turistas. Há hotéis de luxo em meio às paisagens bucólicas do campo que oferecem a possibilidade de tomar um bom vinho diante da lareira, desfrutar de tratamentos em spas, relaxar em piscinas aquecidas ou jacuzzis, entre outros. Desse modo, a experiência do inverno no Alentejo fica ainda melhor.

Sobre o Alentejo 

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle tranquilo em que a experiência de viver bem dá o tom, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de quatro títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. A promoção turística internacional do Alentejo é cofinanciada pelo Alentejo 2020, Portugal 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). Para mais informações, visite www.turismodoalentejo.com.br.