.

20 anos da Marcha das Margaridas: trajetória de resistência e luta das mulheres do campo, da floresta e das águas!

Nesta (quarta-feira – 12 de agosto) lembramos a história da trabalhadora rural e líder sindical, Margarida Maria Alves, assassinada a mando de latifundiários nesta mesma data no ano de 1983, porque lutava pelas trabalhadoras e trabalhadores rurais, denunciando abusos e violações de seus direitos, cometidos por fazendeiros e usineiros, que influenciavam e dominavam a economia e a política, em Alagoa Grande/Paraíba. 

Em sua homenagem nessa data é realizada desde 2000 pela CONTAG, Federações e Sindicatos filiados com o apoio de várias organizações parceiras, a Marcha das Margaridas, e também é celebrado o Dia Nacional dos Direitos Humanos.

“Margarida, hoje, vive em cada uma de nós, mulheres do campo, da floresta e das águas. Seu nome se tornou um símbolo nacional de força e coragem cultivado por milhares de Margaridas desse país”, destaca a secretária de Mulheres da CONTAG e coordenadora Geral da Marcha das Margaridas 2019, Mazé Morais.

A 1º Marcha das Margaridas, em agosto de 2000, reuniu 20 mil mulheres, em Brasília/DF. Desde então, mulheres do campo, da floresta, das águas e da cidade continuam marchando desde as suas comunidades. Retornando à capital do país em 2003, 2007, 2011, 2015 e em 2019, quando já somaram 100 mil Margaridas. “A nossa luta é marcada pela construção de justiça e igualdade social num país historicamente marcado pela concentração de terras, riquezas e poder. Pautas que estão alinhadas com a luta travada por Margarida Maria Alves”, destaca a secretária de Mulheres da CONTAG.

Ato Comemorativo em celebração aos 20 anos da Marcha das Margaridas

Em celebração aos 20 anos da Marcha das Margaridas, a CONTAG, Federações e Sindicatos e organizações parceiras realizam grande Ato Comemorativo, logo mais às 14 horas, desta quarta-feira (12 de agosto), no Portal e Redes Sociais da CONTAG (You Tube e Facebook).     

 O Ato Comemorativo em Celebração aos 20 anos da Marcha das Margaridas, contará com várias expressões culturais e importantes falas políticas. Já estão confirmadas as participações no Ato do presidente da CONTAG, Aristides Santos, da atual secretária de Mulheres da CONTAG e coordenadora Geral da Marcha das Margaridas 2019, Mazé Morais, dos demais membros da Diretoria da CONTAG, das ex-coordenadoras da Marcha das Margaridas, Raimunda de Mascena, Carmen Foro e Alessandra Lunas, das  secretárias de Mulheres das 27 Federações filiadas à Confederação, de representações da CUT e CTB e das organizações parceiras da Marcha, do ex-presidente Lula, da ex-presidenta Dilma Rousseff, da governadora Fátima Bezerra, das deputadas federais Erika Kokay e Benedita da Silva, da deputada distrital Arlete Sampaio, das atrizes Letícia Sabatella e Maria Casadevall, das cantoras Susi Monte Serrat, Zélia Duncan e Lia de Itamaracá. Outros nomes ainda estão sendo confirmados.  

“Desde já, agradeço pela presença de todas (os), que desde suas comunidades, seus assentamentos, dos lugares mais diversos do Brasil e do mundo, estão conosco nesse caminhar de 20 anos da Marcha das Margaridas. Um caminho feito de ousadia e luta pela agroecologia, conservação do meio ambiente e valorização dos modos de vida reproduzidos no campo, na floresta e nas águas. Por democracia e soberania popular, com justiça social e em defesa dos nossos territórios. E pela construção de uma sociedade livre de violência de gênero e racial, por um país sem homofobia e sem intolerância religiosa, dentre outras pautas que buscam a transformação do nosso País. Seguiremos em Marcha, com nossa força, criatividade e ousadia”, ressalta Mazé Morais.