VLI encerra 2023 com aumento de volume em ferrovias e portos e recorde de Ebitda e Receita Líquida

Em mais um ano, a VLI, companhia de soluções logísticas que opera ferrovias, portos e terminais, manteve sua trajetória de crescimento, registrando recordes de movimentação em ferrovias e portos e em resultados financeiros. Em 2023, a companhia alcançou 43,8 bilhões de TKU (toneladas por quilômetro útil) no transporte ferroviário. Nos portos foram elevadas 43 milhões de toneladas, um avanço de 5% versus 2022, recorde anual, nos dois casos. Além dos resultados operacionais, a companhia registrou recorde de receita líquida, com R$ 9,1 bilhões (+19% vs 2022) e Ebitda, que chegou a R$ 4,5 bilhões, aumento de 34% ante 2022. Já os investimentos representaram 50% do Ebitda gerado, atingindo R$ 2,3 bilhões.

“A VLI segue focada na geração de valor para os negócios dos nossos clientes, no crescimento lucrativo sustentável, que gera credibilidade para assunção de novos investimentos e retorno sobre o capital empregado”, afirma Fábio Marchiori, CEO interino e Diretor Financeiro, Supply Chain e Serviços da VLI. “A performance atingida em 2023 reflete o empenho e as iniciativas de todos os nossos times, que foram voltadas para a otimização e melhoria da estabilidade das operações, para a gestão de custos e despesas e, principalmente, eliminação de todas as formas de desperdício”, completa.

Realizações

O ano de 2023 teve importantes marcos em diversas áreas. No Corredor Norte, que atende o Matopiba além de Pará, Goiás e Mato Grosso, a companhia inaugurou um fluxo de retorno de fertilizantes. O projeto teve aportes de aproximadamente R$ 400 milhões da VLI e da Companhia Operadora Portuária do Itaqui (Copi) e nasce com potencial de movimentação anual de 1,5 milhão de toneladas. Com foco na geração de capacidade neste mesmo corredor, a VLI anunciou também a aquisição de 168 vagões graneleiros e três locomotivas, em um investimento de cerca de R$ 200 milhões.

Na gestão de pessoas o destaque foi para o atingimento da marca de 1.500 mulheres na companhia, o que corresponde a 18% do total. Em 2023, o percentual de mulheres em cargos de liderança subiu quatro pontos percentuais e chegou a 25%, fruto de esforços intencionais realizados pela VLI em políticas de equidade de gênero. Também merece destaque a qualificação da companhia em 63º lugar no ranking das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil, de acordo com a consultoria global Great Place to Work – um reflexo das boas práticas adotadas pela VLI voltadas para o cuidado genuíno e bem-estar de todos os empregados.

Na governança corporativa, a VLI se tornou uma empresa certificada ISO 37.001 – Sistema de Gestão Antissuborno. A norma estabelece requisitos para criar, implementar, manter e aprimorar sistemas antissuborno, reforçando o compromisso da companhia com a integridade, a ética e a conformidade, no intuito de buscar impacto positivo nos colaboradores, fornecedores, clientes, comunidades, meio ambiente e sociedade.

“Entramos em 2024 fortemente motivados a perseguir nosso plano de crescimento e avançar em importantes projetos, como a renovação antecipada da concessão da Ferrovia Centro-Atlântica, já estruturada segundo critérios atuais para renovações ferroviárias. Além disso, buscaremos ampliar relacionamentos, além de reforçar o cuidado genuíno com a saúde e segurança das pessoas e a geração de legado nas comunidades onde estamos inseridos”, declara Marchiori.