Vigilância Sanitária intensifica fiscalização para cumprimento de decretos e portarias

Com o objetivo de incentivar a adoção de medidas de segurança contra o coronavírus, agentes da Superintendência de Vigilância Sanitária (SUVISA) realizaram, nesta sexta-feira (5), abordagens em estabelecimentos comerciais localizados na Grande Ilha e na cidade de Imperatriz. A ação acontece para verificação do disposto no Decreto Estadual nº 36.531, assim como de todas as portarias e protocolos publicados pelo Governo do Estado.

“Neste momento, as abordagens serão mais incisivas, no sentido de se fazer cumprir os decretos e portarias vigentes. As equipes de agentes estão orientadas a fazer a autuação sanitária pelas irregularidades que forem apontadas, bem como a manter a postura de diálogo para o cumprimento das determinações estaduais. Para isso, contamos com o apoio da sociedade, assim como do setor produtivo do Maranhão, em especial da classe empresarial”, disse o superintendente de Vigilância Sanitária, Edmilson Diniz.

A decisão do poder público estadual visa reduzir os impactos causados pela pandemia, em especial o significativo aumento no número de casos da doença. Durante o período de 5 a 14 de março, estabelecimentos como shoppings, academias, lanchonetes, restaurantes, bancos, entre outros, deverão adotar as novas medidas a fim de diminuir a circulação de pessoas. 

Equipes da SUVISA vão atuar de forma ainda mais intensa nos quatro municípios que integram a região da Grande Ilha, bem como na cidade de Imperatriz. Na mobilização realizada nesta sexta-feira, cerca de 50 pessoas, entre agentes sanitários, policiais militares, fiscais do PROCON e bombeiros civis percorreram estabelecimentos localizados nos bairros São Francisco, Renascença, Calhau, Turu e Divinéia.

Para Ana Paula Rodrigues, sócia proprietária de uma pizzaria localizada em um shopping center no bairro do Renascença, as fiscalizações são bem-vindas. “A iniciativa é completamente positiva, pois ela assegura que estejamos trabalhando dentro do permitido, além de garantir proteção para nós e nossos clientes. Penso que enquanto durar a pandemia, mobilizações como esta deverão ser cada vez mais frequentes”, compartilhou.

A profissional no ramo de eventos, Odete Brandão, que estava indo se vacinar contra a Covid-19, afirmou que a cooperação fará toda a diferença. “Eu sou grata pela iniciativa. Precisamos ter atitudes de prevenção e também com aqueles que trabalham conosco. Não podemos ser egoístas e pensar em proteger apenas a nós mesmos, uma vez que à nossa volta temos inúmeras outras circunstâncias que parcial ou totalmente, dependem das nossas decisões”, opinou.

Vale destacar que o Decreto Estadual nº 36.531 tem eficácia em todo o território maranhense, mas não impede que os prefeitos decretem outras medidas sanitárias e desenvolvam suas respectivas ações de fiscalização.

Imperatriz

Em Imperatriz, a SUVISA também está reforçando as ações de fiscalização em cumprimento ao  Decreto Estadual nº 36.531 e portarias em vigor no Maranhão. Para isso, quatro equipes estão intensificando as fiscalizações já realizadas desde março do ano passado.

Além da intensificação das fiscalizações sanitárias para conter o avanço da doença, o Governo do Estado também estará entregando, na próxima semana, um Hospital de Campanha. A unidade temporária funcionará no Centro de Convenções do município, disponibilizando 60 novos leitos.