Tup Porto São Luís anuncia processo de reestruturação societária

Foi anunciado através de fato relevante ao mercado, processo de reestruturação societária do TUP – Terminal de Uso Privado Porto São Luís, que passa a ter como acionista um dos maiores grupos empresariais brasileiros, a COSAN S.A., holding com forte expertise em logística e gestão.

Além da aquisição das ações de sócios minoritários, esse acordo prevê também a possível compra dos 51% de ações pertencentes à gigante chinesa CCCC. A operação ainda está sujeita ao cumprimento de aprovações regulatórias locais, assim como as aprovações societárias da CCCC e das autoridades chinesas competentes. Até lá, os trabalhos que já vinham sendo realizados pelas equipes do Porto seguem normalmente, cumprindo um cronograma de atividades de implantação e manutenção da infraestrutura, monitoramento ambiental, sistemas de controle, vigilância entre outras ações que continuam normalmente.

Essa mudança societária é mais uma etapa do processo de reestruturação que vem sendo desenvolvido ao longo dos últimos dois anos no Porto São Luis. O novo plano de negócios do TUP Porto São Luís prevê a inclusão de carga para o escoamento do minério ferro, e a expectativa de início dessa operação é para 2025.

O atual presidente do Porto São Luís, Helder Dantas avalia como muito positiva a entrada do novo sócio:

“O TUP Porto São Luís ficou ainda mais fortalecido, e deverá ter seu cronograma de investimentos acelerado. O projeto ganha parceiros sólidos e experientes em logística e mineração, além da permanência da CCCC que independente do arranjo societário final permanece no empreendimento trazendo o histórico de uma das maiores empresas de construção do mundo. Esse Porto está sendo concebido para ser um dos mais modernos e eficientes do país, reforçando a vocação da baía de São Marcos como uma das mais importantes regiões exportadoras do Brasil, gerando ainda mais empregos e renda para o Estado”.

O TUP Porto São Luís conta com localização privilegiada na Baía de São Marcos, em uma área de 2 milhões e 580 mil metros quadrados de cais, com 950m de extensão, e cerca de 1.900 metros de cais acostável e apto a receber diversos navios simultaneamente.