Taxa de ocupação da rede hoteleira do Maranhão se equipara à média nacional

No próximo dia 09 é comemorado o Dia Mundial do Hoteleiro, o setor tem muito a comemorar neste ano de 2022. Impulsionado pelo turismo, o Maranhão atingiu média de ocupação levemente superior à nacional. Segundo dados do Observatório do Turismo, de janeiro a setembro, 59,74% dos quartos de hotéis estavam ocupados no Maranhão, enquanto no país essa média chegou a 59,24% de acordo com pesquisa do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil.

Depois de um período de crise, ocasionada pela Covid-19, a categoria recuperou o fôlego e atingiu números positivos que superaram até mesmo o período anterior à pandemia. Este desempenho favorável tem como destaque a divulgação dos principais roteiros turísticos do estado, a criação de novos voos e a divulgação dos festejos culturais.

“Estamos desenvolvendo um trabalho muito sério, correto e focado na divulgação do Maranhão para o Brasil e para o mundo. Recentemente participamos de exposições em Portugal e no sul do país. O Maranhão virou um dos locais de maior desejo de turistas e estamos aproveitando esse momento para potencializar nossos atrativos”, destacou o secretário de Turismo do Estado, Paulo Matos.

O principal período que impulsionou esses dados positivos foram os meses de junho e julho, quando o Governo do Maranhão investiu em dois meses na festa de São João. Durante o festejo, cidades como São Luís e Barreirinhas, por exemplo, atingiram mais de 90% de ocupação na rede hoteleira. Outro ponto de destaque é a inauguração do Aeroporto de Barreirinhas que diminuiu a distância do destino aos turistas. “O Maranhão possui cenários belíssimos, o que estamos fazendo agora é convidar o mundo para conhecê-los. Nosso foco tem dois eixos, publicidade e infraestrutura para este turista. O governador Carlos Brandão tem sido o grande condutor deste sucesso ao priorizar nossas demandas”, observou o secretário de Turismo.

Este momento favorável reflete na geração de empregos com saldo positivo acima de 100 novas vagas até setembro e no empreendedorismo do setor que gerou 286 novos empreendimentos até outubro, como aponta o presidente da  Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Maranhão, Armando Ferreira. “O turismo está bem aquecido no Brasil, em especial o Maranhão, que já vem com números melhores do que em 2019. Isso é excelente para o aquecimento da cadeia produtiva onde o turismo tem um papel social importante. O turismo movimenta 64 setores e isso é de suma importância para a cadeia produtiva de baixa e grande renda”, frisou.