Seu abdômen nunca mais será o mesmo depois dessas dicas

A estética abdominal é influenciada por uma série de fatores, sendo a alimentação e prática de exercícios físicos os mais conhecidos, mas longe de serem os únicos. 

Também tem participação na constituição estética, aspectos como a forma como se come, postura no dia a dia, tendências genéticas e até mesmo a respiração.

Entender isso ajuda a eliminar hábitos que prejudiquem os resultados de uma rotina alimentar e física regrada e ainda permite incorporar estratégias, como procedimentos estéticos, que potencializem, a estética abdominal. Confira a seguir!

7 dicas para estética abdominal incrível

De fato, o abdômen é o centro das atenções quando se fala em estética e não à toa, visto que a saliência na barriga está entre os principais incômodos dos brasileiros.

A estética da região está diretamente relacionada ao fortalecimento muscular e ganho de massa magra que propiciam uma barriguinha chapada e ajudam na saúde da coluna vertebral.

1. Reeducação alimentar

O primeiro passo para ter um abdômen definido é investir na reeducação alimentar. E por que não a dieta?

As dietas tendem a ser mais restritivas e inviáveis no longo prazo, sendo mais relevante à saúde e a estética que as mudanças sejam paulatinas, mas duradouras.

Uma vez que você foge da dieta, normalmente com excesso de calorias, há um comprometimento dos resultados e tendência ao ganho de gordura abdominal. 

Com a reeducação alimentar nenhum grupo alimentar é retirado, mas é importante que haja, ao mesmo durante a estratégia de perda de peso, um déficit calórico diário.

Inclua mais na alimentação:

  • fibras, presentes em cereais e alimentos integrais;
  • proteínas de carnes magras e fontes variadas (inclusive com suplementação com whey protein);
  • carboidratos complexos, como presentes em frutas e legumes;
  • alimentos prebióticos, que ajudam na saúde da microbiota intestinal, como aspargos, iogurtes fermentados e outros;
  • bebidas termogênicas, como o chá-verde, que ajudam a acelerar o metabolismo e aumentar a queima calórica.

Também é importante remover alimentos responsáveis pelo aumento abdominal e acúmulo de gordura como açúcares, massas, frituras, condimentos, bebidas gasosas e outros.

2. Hábitos alimentares

Além do que comer é muito importante como se come. Mastigue devagar e em horários pré-definidos, o que ajuda a digestão e evita exagero nas refeições.

Evite também o consumo de bebidas durante as refeições, especialmente as gaseificadas, que contribuem no estufamento abdominal.

Faça a última refeição do dia no mínimo 2 horas antes de deitar para que o organismo tenha tempo de digerir e não prejudique o café da manhã. 

Também é importante que os bons hábitos alimentares sejam mantidos todos os dias, mesmo nos finais de semana.

3. Postura

Manter uma postura ereta é importante para manutenção da saúde ósseo-vascular e também vai ajuda na estética abdominal, evitando o abaulamento da região devido à coluna.

Conforme intensifica exercícios de fortalecimento muscular, especialmente nas costas e abdômen, há uma melhora da postura.

4. Mais água e menos álcool

O consumo de água é benéfico à saúde de muitas formas, como mantendo os níveis de hidratação corporal, o que ajuda na disposição física e mental, aumenta a saciedade e melhora processos metabólicos, incluindo a digestão.

As bebidas alcóolicas, por sua vez, desidratam e prejudicam o metabolismo, comprometendo, inclusive, o ganho de massa magra. 

5. Descanso de qualidade

É durante o período de repouso, especialmente no sono, que o organismo realiza processos importantes, incluindo para ganho de massa após o exercício físico e controle dos níveis de cortisol.

Assim, dormir bem reduz o estresse, que está diretamente relacionado ao aumento abdominal quando elevado, e ajuda no fortalecimento muscular.

Para uma melhor noite de sono é importante reduzir atividades estimulantes no período noturno e o uso de telas. Além disso, ter horários regulares para dormir e acordar, inclusive aos finais de semana, eleva a qualidade do descanso.

6. Exercícios físicos

Manter uma rotina regular de exercícios físicos é determinante para estética abdominal e saúde como um todo.

É importante conciliar exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida, bicicleta ou natação, com musculação. Enquanto um é responsável pela perda de gordura o outro atua no fortalecimento e ganho de massa magra.

Para alcançar a estética abdominal desejada também são importantes os exercícios localizados no abdômen, como: flexão, prancha e abdominais.

Lembre-se que é fundamental ter orientação especializada para prevenir lesões e que ao realizar atividades físicas é importante acionar o abdômen para estabilidade corporal.

7. CMSlim

Atualmente, a tecnologia é uma grande aliada da estética e da saúde e esse é o caso do CMSlim, aparelho que utiliza uma tecnologia patenteada de pulsos eletromagnéticos para estimular a região tratada.

No abdômen, são promovidas contrações supramáximas, que simulam o exercício físico localizado, de forma a ajudar na queima de gordura e estímulo ao fortalecimento e ganho de massa magra.

As sessões de 30 minutos com CMSlim podem ser realizadas com foco no emagrecimento ou fortalecimento, contribuindo na conquista da estética abdominal desejada com menos esforço, especialmente se associada às demais dicas.