Servidor da Câmara é coautor de livro sobre comunicação comunitária no Anjo da Guarda

O radialista e servidor da Câmara Municipal de São Luís, Rodrigo Anchieta, lotado no Departamento de Comunicação Social, é coautor do livro “Vozes do Anjo: do alto-falante à Bacanga FM”. A obra, que relata duas experiências de comunicação popular e comunitária do bairro Anjo da Guarda, foi lançada na última sexta-feira e atualmente pode ser adquirida por R$ 30,00 em livrarias da capital maranhense na rádio Bacanga FM. 

Para Rodrigo Anchieta, o principal legado da publicação é deixar registrada a relevância da Comunicação para o desenvolvimento do bairro e da comunidade do Anjo da Guarda. “O sistema de comunicação comunitária da área é uma referência e cremos ser importante deixar documentada toda essa história que é de relevância tanto para o Anjo da Guarda quanto para São Luís”, explicou o servidor efetivo da Casa Legislativa. 

Abordagem – O livro aborda o sistema de som em alto falante ou “voz”, denominado “Rádio Popular” – criado em 1988 no Anjo da Guarda com a participação de religiosos católicos, lideranças comunitárias do bairro, artistas, jovens, mulheres e homens atuantes nas pastorais sociais.  

A obra também trata do diálogo da comunidade sobre a criação de uma emissora FM, momento em que surge a rádio comunitária Bacana FM. Este veículo está em pleno funcionamento e completa 23 anos em 2021. “Esta foi a 1ª rádio comunitária de São Luís a receber autorização de funcionamento do Ministério das Comunicações e passou a funcionar conforme a Lei 9.612/98. Assim, virou uma referência”, destacou Rodrigo Anchieta. 

Segundo um dos organizadores do livro, o jornalista e professor doutor Ed Wilson Araújo, o livro surgiu a partir de uma disciplina do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) denominada Rádio e TV Comunitária. 

“O livro é fruto de uma pesquisa iniciada em 2016 no curso de Radialismo da UFMA com um grupo de alunos que hoje são graduados. Durante cinco anos realizamos várias entrevistas com antigos moradores do Anjo da Guarda para contar a história de duas experiências radiofônicas que são marcantes na vida do bairro: a Rádio Popular de alto-falante, que funcionou de 1988 até 1998, quando a comunidade se reuniu e decidiu desativar o alto-falante e criar a rádio comunitária Bacanga FM”, explicou Ed Wilson. 

O professor acrescentou que a obra resgata parte da história da Comunicação no Anjo da Guarda e busca reconhecer o valor que o bairro e a comunidade da localidade possuem.  

“O livro resgata 33 anos de mídia sonora no Anjo da Guarda, bairro tão rico culturalmente que merece o nosso reconhecimento e tem um manancial de temas para serem pesquisados. A publicação é especialmente importante porque relata duas experiências de comunicação em uma área importante da cidade, a região Itaqui-Bacanga, onde existem outras manifestações culturais e políticas como a Via Sacra, por exemplo. A obra é um presente para São Luís no seu aniversário, com uma pesquisa que revela fatos relevantes na História da cidade”, assinalou Ed Wilson.  

“Vozes do Anjo: do alto-falante à Bacanga FM” conta com a organização também do mestrando em Comunicação Profissional da UFMA, Saylon Sousa, e coautoria dos radialistas Rodrigo Mendonça e Robson Correa. 

Registro – O vereador Marcial Lima (Podemos), graduado em Comunicação Social com Habilitação em Rádio, TV e Jornalismo na Universidade Estadual da Paraíba, registrou na sessão plenária de hoje (31) da Câmara que esteve presente no lançamento do livro “Vozes do Anjo: do alto-falante à Bacanga FM” com co-vereadores do Coletivo Nós (PT). 

Na oportunidade, o parlamentar também parabenizou todos os envolvidos na elaboração da obra. “Parabéns pela atitude! Parabéns! É na comunidade que nós conseguimos ver a importância que o rádio tem para a população. Parabéns a todos!”, reforçou ao finalizar o discurso.